"Avenida Brasil" está de volta no "Vale a Pena Ver de Novo"

Novela de João Emanuel Carneiro era uma das mais pedidas para reprise.

Fique por dentro da história de "Médicos: Línea de Vida"

Novela protagonizada por Livia Brito e Daniel Arenas é a grande estreia da semana no Las Estrellas.

"El Dragón" estreia nos Estados Unidos pela Univisión e terá lançamento pela Netflix

Trama é protagonizada por Sebastían Rulli, Renata Notni e Irina Baeva.

"A Escrava Isaura" está de volta da Record TV

Novela protagonizada por Bianca Rinaldi estreia hoje, dia 7 de Outubro, na faixa vespertina do canal.

Aberturas de Novelas - Caminos Cruzados (Televisa, 1994 / 1995)

Trama é adaptação de uma novela brasileira.

Notícias

domingo, 29 de setembro de 2019

"El Dragón" estreia nos Estados Unidos pela Univisión e terá lançamento na Netflix

Foto: Reprodução

Depois de muitos meses falando sobre esta produção, "El Dragón" chega aos Estados Unidos pela televisão aberta na Univisión a partir desta segunda-feira, dia 30 de Setembro. A nova série da Televisa, W Studios e Lemon Studios é protagonizada por Sebastián Rulli, Renata Notni e Irina Baeva.
Baseada em um texto original de Arturo Pérez-Reverte, a trama narra a história de um menino que teve seus pais assassinados no México. Para protegê-lo, seu avô, membro do cartel de Silanoa, o envia para o Japão, lugar onde passará boa parte de sua vida. Vinte anos depois, o menino tornou-se um rapaz de bem, vivendo de maneira simples na terra do sol nascente. Ele desconhece que o confidente de seu avô é membro do maior grupo mafioso do Japão, a Yakuza, e tem planos de prepará-lo para representar sua família no México, como herdeiro dos narcotraficantes.
Cynthia Klitbo, Roberto Mateos, Alfredo Gatica, Manuel Balbi, José Elias Moreno, Juan Pablo Gil são alguns nomes que integram o elenco da série.
Para quem acha que vai ter que esperar para assistir, uma novidade. A produção estará disponível na Plataforma Netflix a partir do dia 4 de Outubro. Nos Estados Unidos, "El Dragón" será exibida na Univisión na faixa das 10 da noite.

Créditos: WStudios / Univisión

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Fique por dentro da história de "Éramos Seis"

Foto: Reprodução

Casada com Júlio (Antonio Calloni), Lola é uma esposa devotada e mãe de quatro filhos: Carlos (Xande Valois/ Danilo Mesquita), o mais velho e motivo de orgulho para os pais; Alfredo (Pedro Sol/ Nicolas Prattes), rebelde que vive se metendo em confusões e tem ciúmes do irmão; Julinho (Davi de Oliveira/ André Luiz Frambach), que desde criança demonstra habilidade para lidar com dinheiro; e Isabel (Maju Lima/ Giullia Buscacio), determinada e independente, é a favorita do pai - por ser a única filha mulher e a caçula da família.
A história começa com Lola e Júlio passando sufoco para poder pagar as parcelas do casarão que compraram em São Paulo. O primeiro bem do casal sai mais caro do que eles previam por causa dos altíssimos juros do financiamento bancário. O imóvel acaba gerando um impasse entre eles: para ela, o local é a alma da família. Para ele, um empecilho para melhorar de vida.
Para sustentar a família, Júlio passa o dia trabalhando na loja de tecidos de Assad (Werner Schünemann). Funcionário exemplar, almeja ser promovido pelo patrão e, assim, chegar ao final do mês mais tranquilo financeiramente. Por sua vez, Lola se dedica à confecção e venda de peças de tricô para reforçar o orçamento enquanto cuida da casa e da educação dos filhos com a ajuda de Durvalina (Virgínia Rosa).
Dono do armazém, Afonso (Cássio Gabus Mendes) nutre uma genuína simpatia por Lola e sempre permite que a mulher de Júlio compre fiado. É casado com Shirley (Barbara Reis), uma mulher amargurada por conta de seu passado. Ela é mãe de Inês (Gabriella Saraivah/Carol Macedo), criada por Afonso como filha. A menina é a paixão de Carlos, um jovem responsável, educado e prestativo. Tanto Lola quanto Afonso aprovam o flerte da dupla, mas Shirley é contra o romance.
Lola também conta coma amizade de Genu (Kelzy Ecard), a vizinha que está sempre tomando conta da vida dos moradores do bairro. Casada com Virgulino (Kiko Mascarenhas), mantém o marido em rédea curta. Eles são pais de Lúcio (Arthur Gama/Jhona Burjack) e Lili (Bruna Negendank/ Triz Pariz), amigos de Carlos, Alfredo, Julinho e Isabel desde a infância.
Com estreia prevista para esta segunda-feira, dia 30 de setembro, "Éramos Seis" é escrita por Angela Chaves, baseada na novela original escrita por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho, livremente inspirada no livro de Maria José Dupré. A direção artística é de Carlos Araújo.

Fonte: GShow

quinta-feira, 26 de setembro de 2019

Aberturas de Novelas - Caminos Cruzados (Televisa, 1994/1995)

Pôster da novela "Caminos Cruzados"
Foto: Montagem / Reprodução

Entre 1994 e 1995, Herval Rossano produziu e dirigiu "Caminos Cruzados" para a Televisa. A trama, escrita por Silvia Gutiérrez, María Chacón e Ricardo Tejeda, é uma adaptação de "Tudo ou Nada", história original de José Antônio de Souza, produzida pela TV Manchete em 1986 e que também foi dirigida por Rossano. Os papéis principais, interpretados por Elizangela, Othon Bastos e Edwin Luisi, foram os mesmos defendidos por Mariana Levy, Roberto Vander e Ariel López Padilla na adaptação mexicana.
Na trama, Ambrosio (Roberto Vander) e seu filho César (Ariel López Padilla) são donos de uma grande empresa localizada na Cidade do México. César está comprometido com Valeria Dumont (Tania Helfgott) e faz planos para se casar. As vidas de pai e filho são entrelaçadas quando os dois se apaixonam pela mesma mulher. Ela é Patricia (Mariana Levy), uma jovem e bela operária que chega à firma e muda o destino de ambos. César termina sua relação instável, mas por circunstâncias diferentes, ele e Patricia tomam rumos opostos. Tempos depois, seus caminhos voltam a se cruzar: ela está focada em seu trabalho e ele está casado com outra mulher.
"Caminos Cruzados" não alcançou o êxito esperado e fechou suas transmissões com apenas 68 capítulos, contra os 161 da versão original. Mesmo sendo uma novela esquecida, a produção foi responsável por unir Ariel López Padilla e Mariana Levy, que ficaram casados por pouco mais de um ano e tiveram uma filha.
Na coluna desta semana, confira a abertura original da novela. O tema principal, intitulado Te Amo (conhecido no Brasil pela dupla Gian & Giovani), foi composto por Franco de Vita em 1988, ganhando uma outra versão na voz de Dulce para a novela.

Créditos: Televisa

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

NOVELAQUIZ: Teste seus conhecimentos (4)

Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira, vamos relembrar a novela "Gotinha de Amor", um grande sucesso da Televisa, exibido na telinha do SBT. Aperte o play e teste os seus conhecimentos.

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Aberturas de Novelas - Café Con Aroma de Mujer (RCN, 1994)

Pôster da novela "Café Con Aroma de Mujer"
Divulgação: RCN Televisión

Em 1994, a RCN Televisión produziu a novela "Café Con Aroma de Mujer" para o extinto Canal A. Escrita por Fernando Gaitán e dirigida por Pepe Sánchez, trouxe Margarita Rosa de Francisco e Guy Ecker nos papéis principais.
Nesta história, Teresa Suárez (Margarita Rosa de Francisco), apelidada de "Gaviota", e sua mãe Carmenza Suárez (Constanza Duque), são duas catadoras de café que viajam durante o ano para diferentes zonas cafeeiras da Colômbia em busca de trabalho onde há colheita. Todo mês de Outubro, quando o eixo do café começa seu pico, elas se mudam para a fazenda Casablanca, onde têm trabalho garantido por seu proprietário, Octavio Vallejo. No início de uma das colheitas, Vallejo morre e toda a sua família, que está espalhada pelo mundo, retorna à Casablanca para o funeral. 
Depois de muitos anos de ausência, seu neto Sebastián Vallejo (Guy Ecker) conhece Gaviota e, com isso, supera o trauma que tem pelas mulheres. Na divisão dos bens, é revelado que a fortuna da família Vallejo será deixada para o neto que for pai do primeiro filho homem. 
Depois de alguns encontros os dois se apaixonam loucamente, sendo a primeira experiência concreta do amor de cada um. Sebastián precisa voltar a Londres para concluir seus estudos e combina com Gaviota de se reunirem depois de um ano para que se casem. Logo após sua partida, Gaviota descobre que ela está grávida. Não tendo meios de se comunicar com ele e de não ter ninguém para ajudá-la, decide viajar sozinha à Europa para procurá-lo. Em sua jornada, ela é enganada por uma rede de tráfico de pessoas, que aproveita sua ingenuidade, na esperança de explorá-la como prostituta em Paris.
Depois de um ano, Sebastián retorna à Colômbia para cumprir seu compromisso com Gaviota. Ao chegar à cidade, ele descobre que Gaviota foi para a Europa como uma prostituta. Desanimado, e sendo influenciado por seu ganancioso primo Iván Vallejo (Cristóbal Errázuriz), ele se casa com sua amiga Lucía Sandoval (Alejandra Borrero) que concorda em compartilhar sua vida com Sebastián, sem sexo, em troca de estar ao seu lado.
Gaviota, que no exterior se chama Carolina Olivares, finalmente retorna à Colômbia e chega a Casablanca no mesmo dia do casamento entre Sebastián e Lucía. Desapontada ao descobrir o que aconteceu, Gaviota decide procurar sua mãe e fugir para sempre da Casablanca com o intuito de procurar um futuro melhor em Bogotá. Na capital, depois de passar muitas dificuldades, ela consegue retornar ao mundo do café ao começar a trabalhar na Cafexport, empresa exportadora da família Vallejo, usando sua identidade de Carolina Olivares. 
Sebastián, por outro lado, lamentando seu casamento fracassado, decide usar todos os seus meios para procurar Gaviota. Sua busca o coloca em conflito com Lucía, que descobre tudo e faz todo o possível para preservar seu casamento, enquanto Iván e sua esposa Lucrecia (Silvia de Dios) planejam separá-lo a todo custo de Gaviota para ficarem com toda a herança de Octavio Vallejo.
"Café Con Aroma de Mujer" é considerada uma das novelas mais bem-sucedidas da televisão colombiana. Sua chegada ao Brasil foi bastante tardia, 7 anos depois de sua realização. Tal demora trouxe uma novela bastante envelhecida, com imagens, vestuários e penteados antiquados. Não parecia uma novela "atual" e pertencente à época em que estávamos assistindo. No entanto, a química do casal principal e a força da trama compensaram qualquer estranhamento que pudesse vir a causar ao telespectador.
Não existe um dado exatamente oficial sobre como esta novela foi adquirida pelo SBT. No entanto, alguns jornais, revistas e sites chegaram a noticiar que a emissora de Silvio Santos teria adquirido a trama no ano 2000 dentro de um pacote de novelas da Venezuela e Colômbia. Além de "Café", a única produção colombiana, o pacote contava com outras três tramas venezuelanas: "Kassandra" (produção de 1992 da RCTV), exibida no SBT no ano 2000, além das inéditas "Mundo de Fieras" (produção de 1991 da Venevisión) e "Quirpa de Tres Mujeres" (produção de 1996 da Venevisión).
De olho no sucesso de "Café Con Aroma de Mujer", a história de Fernando Gaitán ganhou duas versões mexicanas. Em 2001, a TV Azteca produziu "Cuando Seas Mía", com Sergio Basañez e Silvia Navarro nos papéis principais. Em 2007, foi a vez da Televisa produzir "Destilando Amor", com Angélica Rivera e Eduardo Yañez nos papéis principais.

"Destilando Amor" e "Cuando Seas Mía": Duas versões de uma mesma história
Foto: Divulgação / Montagem

Na coluna desta semana, confira a abertura original da novela, que não foi exibida no Brasil. O tema principal, intitulado Gaviota, é interpretado por Margarita Rosa de Francisco.

Créditos: RCN

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

NOVELAQUIZ: Teste seus conhecimentos (3)

Foto: Reprodução

No Quiz desta semana, vamos relembrar a novela "Vidas em Jogo", da Record TV. Sabe tudo sobre a trama? Aperte o play e teste seus conhecimentos.

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

"Betty en NY" chega à Plataforma Netflix

Pôster oficial de "Betty en NY"
Divulgação: Telemundo

Exibida com grande sucesso nos Estados Unidos, a mais recente versão de "Yo Soy Betty La Fea", está disponível a partir de hoje, dia 11 de Setembro, para os assinantes da Plataforma Neflix.
"Betty en NY" conta a história de Beatriz Aurora Rincón Lozano (Elyfer Torres), uma latina inteligente e experiente que vive em Nova York e, após seis meses de rejeição em várias entrevistas de emprego devido à falta de atributos físicos, decide aceitar uma posição abaixo de suas qualificações. Dessa forma, ela consegue um emprego na V & M Fashion como secretária do presidente da empresa, confiante de que acabará sendo promovida com o seu trabalho. 
Seu senso limitado de moda fará dela uma vítima do ridículo e de humilhações, corroendo sua autoestima, ao estar cercada por modelos e mulheres bonitas. No meio do glamour e dos negócios, e da luta entre a beleza e a feiura, Betty crescerá como mulher, mas também enfrentará o maior desafio de sua vida, que até seus títulos e especializações não irão ajudá-la a resolver: o amor.
Baseada na obra de Fernando Gaitán, "Betty en NY" é uma produção de Miguel Varoni, com adaptação de Valentina Párraga, Sandra Velasco e Alejandro Vergara e direção de Gustavo Loza, Fez Noriega e Luis Manzo.

NOVELAQUIZ: Teste seus conhecimentos (2)

Foto: Reprodução

Hoje é quarta-feita e novamente vamos testar os seus conhecimentos em novelas. A pergunta desta semana envolve a novela "Kassandra". Aperte o play e divirta-se.

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Cuna de Lobos - Primeiros Promocionais

Foto: Reprodução

Logo com a estreia de "La Usurpadora" na semana passada, foi iniciada a promoção de "Cuna de Lobos", o segundo título do "Fábrica de Sueños" projeto em que 12 novelas de grande sucesso ganharão uma releitura em formato de séries de 25 capítulos, com novos elementos e grande investimento de produção.
"Cuna de Lobos" foi um clássico da TV mexicana na década de 80 e que imortalizou a grande María Rubio no papel da vilã Catalina Creel. Nesta nova versão, caberá à atriz espanhola Paz Vega reviver este papel enigmático. Vale lembrar que a versão de 1986 foi exibida no SBT em 1991 com o título de "Ambição".
Azela Robinson, Flavio Medina, Nailea Norvind, Gonzalo Gracía Vivanco, José Pablo Minor, Diego Amozurrutia e Leonardo Daniel são alguns dos nomes que integram o elenco desta produção
Produzida por Giselle González ("Para Volver a Amar", "Yo no creo en los hombres", "La Candidata" e "Caer en Tentación"), "Cuna de Lobos" tem estreia para o dia 7 de Outubro, às 9 e meia da noite, substituindo "La Usurpadora".




segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Éramos Seis - Primeiros Promocionais

Foto: Reprodução


Com "Órfãos da Terra" na reta final, foi iniciada a promoção de "Éramos Seis" a nova novela das seis da Globo. Quinta versão do romance de Maria José Dupré, publicado em 1943, sendo a primeira realizada pela TV Globo, a novela é escrita por Ângela Chaves, com direção artística de Carlos Araújo.
A história começa em 1920 e vai até 1940, contando a luta de Lola (Gloria Pires) para manter os integrantes do clã Lemos unidos frente às dificuldades econômicas que atravessam.
Glória Pires, Antônio Calloni, Susana Vieira, Simone Spoladore, Paulo Rocha, Walderez de Barros, Ricardo Pereira, Cássio Gabus Mendes, Caco Ciocler, Danilo Mesquita, Nicolas Prates, Giullia Buscacio e André Luiz Frambach são alguns nomes que integram o elenco da novela.
"Éramos Seis" tem estreia prevista para o final de Setembro, em data a confirmar.


quarta-feira, 4 de setembro de 2019

NOVELAQUIZ: Teste seus conhecimentos (1)

Foto: Reprodução

A partir de agora, todas as quartas-feiras, você vai testar os seus conhecimentos em novelas no nosso espaço. Aperte o play e divirta-se. No vídeo de hoje, uma novela bastante antiga. 

terça-feira, 3 de setembro de 2019

"A Cor da Paixão" sai do ar no TLN por problemas de direitos autorais

Pôster da novela "A Cor da Paixão"
Divulgação: Televisa

Vista como uma opção alternativa ao SBT, que insiste em intermináveis reprises de novelas mexicanas e aposta em poucos títulos inéditos, o TLN, canal do grupo Televisa, está disponível para os assinantes da Guigo TV, uma plataforma de televisão por internet. 
Há poucos dias foi anunciada a estreia da inédita "A Cor da Paixão", notícia que fez a alegria dos fãs de novelas mexicanas. No entanto, a alegria só durou uma semana no ar, pois a produção de Roberto Gómez Fernández foi retirada do ar. No seu horário, foi escalada "Feridas de Amor", novela de 2006 protagonizada por Guy Ecker e Jacqueline Bracamontes. A trama foi exibida pelo SBT naquele mesmo ano, sem grande repercussão.

"Feridas de Amor" substitui "A Cor da Paixão" às pressas no TLN
Foto: Reprodução / Televisa

Há quem diga que exista o dedo do SBT, emissora que possui exclusividade sobre os títulos da Televisa no Brasil, mas de acordo com a Guigo TV, a novela foi retirada do ar por conta de direitos autorais. A explicação é um pouco controversa, tendo em vista que a emissora está exibindo "Amores Verdadeiros", outro título inédito da Televisa e que ainda não foi exibido pelo SBT. Para quem assistiu aos primeiros capítulos de "A Cor da Paixão", fica a expectativa de uma nova exibição em outra oportunidade.

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Fique por dentro da história de "La Usurpadora"

Banner oficial de "La Usurpadora"
Divulgação: Televisa

"La Usurpadora" conta a história das irmãs gêmeas Paola Miranda (Sandra Echeverría) e Paulina Doria (Sandra Echeverría) que se reencontram quando Paola decide começar uma nova vida, junto com seu amante Gonzalo Santamaría (Juan Martín Jáuregui), para o qual ela força sua irmã Paulina a assumir sua identidade. 
Em sua ânsia de desaparecer, Paola simula sua própria morte, planejando eliminar Paulina, no momento em que seu marido, Carlos Bernal (Andrés Palacios), o presidente da República, passa por uma séria crise no governo.
O que poderia ser o plano perfeito, acaba falhando. Paulina sobrevive ao atentado, volta a assumir a identidade de Paola e o posto de primeira dama do país. Com o passar dos dias, as irmãs se convertem em inimigas e Carlos se apaixona perdidamente por Paulina, sem desconfiar quem é ela de verdade.

Fonte: Televisa