"Amar Depois De Amar" estreia em Portugal pela TVI

Novela é adaptação da argentina "Amar Después De Amar".

Fique por dentro da história de "Ouro Verde"

Novela portuguesa foi vencedora do Emmy Internacional em 2018.

Juntos, el corazón no se equivoca - Primeiros Promocionais

Trama é uma Spin-off protagonizada pelo casal Aristemo, personagens da novela "Mi marido tiene más familia".

Aberturas de Novelas: María José (Televisa, 1995)

Novela foi exibida no Brasil, pela CNT em 1997.

"Bolivar, una luta admirable estreia na Plataforma Netflix.

Produção é considerada uma das mais caras da história da televisão colombiana.

Notícias

domingo, 23 de junho de 2019

Fique por dentro da história de "Juntos, el corazón nunca se equivoca"

Pôster oficial de "Juntos, el corazón nunca se equivoca"
Divulgação: Televisa

Aristóteles Córsega (Emilio Osorio) e Cuauhtémoc López (Joaquín Bondoni) deixam sua casa para ter uma vida juntos na Cidade do México e estudar na universidade. Entretanto, eles não farão isso sozinhos: Polita (Gabriela Platas) e Pancho (Arath de la Torre) querem acompanhá-los na jornada, já que a família sempre está com eles. 
Aristemo chegará a um peculiar condomínio horizontal que fica no bairro Roma, onde são recebidos por Dora (Helena Rojo) e Nora (Nuria Bages), duas irmãs bastante peculiares. 
No início, Temo fica um pouco desconfiado, então Ari o encoraja a confiar e ter fé, porque eles estão juntos, enfatizando que a cidade não está pronta para eles!
Tudo se complicará quando eles descobrem que Pancho e Polita arranjaram tudo para que o casal ficasse morando lá!

Conheça os novos personagens que se integram a vida de Aristemo:

Ubaldo (Sergio Sendel): Pai de Diego, o melhor amigo de Temo. Ele está disposto a fazer qualquer coisa para alcançar seus objetivos, especialmente se seu objetivo é ser o governador da Cidade do México. 

Elsa (Leticia Calderón): Mãe de Andrés (Bruno Santamaria) e Carlota, com quem ela não tem um bom relacionamento. Trabalha como assessora na campanha de Ubaldo

Dora (Helena Rojo) e Nora (Nuria Bages): Administradores do condomínio onde Aristemo vai morar. Enquanto Dora é forte e controladora, Nora possui um bom coração, sendo controlada pela irmã.

Olegario (Victor González): Considerado um ser liberal e revolucionário. Ele é casado com Elsa, mas eles ficam separados a maioria do tempo. 

Soledad (Laura Flores): É uma artesã que se dedica a arte da escultura. Casada com Ubaldo e mãe de Diego, é uma mulher submissa e abnegada aos desejos do marido. 

Diego (Nikólas Caballero): Jovem que decidiu se afastar do desejo de seu pai de estudar uma carreira política para se concentrar no mundo do entretenimento. 

Carlota (Ale Müller): Estudante de jornalismo, ela acha que sua mãe, Elsa, é a culpada pela morte de seu irmão. É a colega de quarto de Aristemo.

Com previsão de 26 capítulos, "Juntos, el corazón nunca se equivoca" teve sua estreia  no México alterada para hoje, às 9 e meia da noite. Durante a semana, ocupará a faixa das 8 e meia da noite, deixada por "Doña Flor Y Sus Dos Maridos".

sexta-feira, 21 de junho de 2019

"Bolívar, una luta admirable" estreia na Plataforma Netflix

"Bolívar, una luta admirable" é protagonizada por Luis Gerónimo Abreu
Divulgação: Caracol Televisión

Anunciada como a produção mais cara da televisão colombiana, "Bolívar, una luta admirable" estreia na Netflix para os assinantes dos Estados Unidos e América Latina (exceto Colômbia). O projeto ambicioso contará a história de Simón Bolívar, líder político e militar venezuelano, chefe das revoluções que libertaram a Venezuela, Colômbia, Equador, Panamá, Peru e Bolívia do domínio espanhol.
Protagonizada por Luis Gerónimo Abreu, conhecido no Brasil pela novela "Coração Esmeralda", a série vai contar a vida do herói antes de se tornar uma lenda, a história do homem além da figura. Bolívar mudou a história com a ideia de unir o seu povo para acabar com a opressão do Império Espanhol. 
Seu nome tornou-se sinônimo de liderança, inspiração e luta. Foi assim que ele formou um exército, no qual não apenas soldados lutaram, mas pessoas comuns que sempre acreditaram em seus ideais de terra livre. Um homem apaixonado no campo de batalha e fora dele, a série também contará importantes passagens de sua vida: a morte de sua mãe, na infância; a morte de sua primeira esposa, poucos meses depois de seu casamento; as muitas amantes que teve, quando deixou de acreditar no amor e, finalmente, seu caso passional com Manuelita Sáenz, que se tornou a protagonista de sua façanha revolucionária e no amor de sua vida. Um homem corajoso que deu sua vida por seu povo cruzando fronteiras e deixando um legado inesquecível nos corações de todos aqueles que acreditam na união, fraternidade e liberdade.
Ainda sem previsão de estreia em território colombiano, "Bolívar, una luta admirable" foi gravada na Colômbia, Espanha e Equador em formato 4K raw, com câmeras Sony F55 e ótica  ultra prime. 

segunda-feira, 17 de junho de 2019

"Ouro Verde" é a nova novela da Band

Pôster da novela "Ouro Verde"
Divulgação: TVI

A Band surpreendeu seu público ao divulgar o primeiro promocional de sua próxima novela. Para quem esperava uma trama turca para substituir "Minha Vida", a emissora do Morumbi escalou a portuguesa "Ouro Verde", novela vencedora do Emmy Internacional em 2018.
Nesta história, Jorge Monforte (Diogo Morgado) é um empresário brasileiro, dono do império Ouro Verde, um dos líderes mundiais no mercado agropecuário no Brasil. Ao adquirir uma importante participação no Banco Brandão Ferreira da Fonseca (BBFF), uma empresa familiar liderada pelo poderoso banqueiro português Miguel Ferreira da Fonseca (Luís Esparteiro), conquistando um lugar no restrito conselho de administração da instituição. A novidade não é bem recebida na família do banqueiro, que suspeita das reais intenções daquele estrangeiro. O que não passa pela cabeça de ninguém é que Jorge Monforte é a nova identidade de Zé Maria Magalhães, dado como morto há 15 anos, que está de volta para fazer justiça pela morte da sua família.
O elenco traz nomes conhecidos de nossa teledramaturgia como Silvia Pfeifer, Gracindo Júnior, Thaiane Anjos, Adriano Toloza e Zezé Motta, além dos artistas portugueses Pedro Carvalho (que atuou em "Escrava Mãe", "O Outro Lado do Paraíso" e, atualmente está em "A Dona do Pedaço") e Bruno Cabrerizo (que atuou em "Tempo de Amar" e, atualmente está  em "Órfãos da Terra").
A data de estreia de "Ouro Verde" ainda não foi confirmada, mas deverá ser divulgada nas próximas semanas.

Divulgação: Band

"Amar Depois De Amar" estreia em Portugal pela TVI

Pôster da novela "Amar Depois De Amar"
Foto: Reprodução / TVI

Nesta segunda-feira, dia 17 de Junho, uma nova novela está chegando à televisão portuguesa. Trata-se de "Amar Depois de Amar", segunda versão baseada na trama homônima argentina e que já foi adaptada pela Televisa, no México, com o título de "Caer en Tentación".
Em "Amar Depois de Amar", Raquel (Maria João Pinho) e Gonçalo Macedo (Pedro Lima) estão casados há 20 anos e têm dois filhos gémeos: Frederico (Gonçalo Norton) e Alice (Catarina Rebelo). Gonçalo é sócio majoritário de uma empresa de viveiros de ostras e de uma fábrica de distribuição de peixes e mariscos. Herdeiro rico, disputa o controle da empresa com o primo e sócio minoritário, André (Nuno Pardal), que o chantageia.
A mãe de Gonçalo, Matilde (Helena Isabel), sempre desprezou a nora pela sua leveza de espírito e despreocupação. Quando Gonçalo sofre um acidente que o deixa em coma, Matilde fará de tudo para prejudicá-la e assumir o controle da empresa familiar.
Marina (Dina Félix da Costa) e Augusto (Filipe Vargas), também casados há 20 anos, têm dois filhos adolescentes: Catarina (Carolina Frias) e Nicolau (Bernardo Lobo Faria). Pensando na harmonia familiar, o casal busca esquecer suas respectivas frustrações profissionais: Augusto é empreiteiro mas gostaria de ser inspetor da PJ, como já tinha sido, e Marina queria ser profissional de danças de salão – onde tinha futuro, sobretudo, como dançarina de tango – atividade que abandonou por causa dos filhos. Há também a chegada de um terceiro filho, o que a impedirá de recomeçar numa idade mais tardia.
Os dois casais se conhecem e, inicialmente contra a vontade de Augusto, a quem a riqueza de Gonçalo incomoda, e de Gonçalo, a quem a intimidade entre Raquel e Marina incomoda, tornam-se amigos inseparáveis. Raquel encontra em Marina a amiga cúmplice que lhe faltava mas Gonçalo encontrará nela também uma paixão avassaladora e correspondida.
O amor entre os dois, que ambos acreditam ser um segredo absoluto, virá à luz quando sofrem um atentado e um acidente automobilístico. Marina morre e Gonçalo fica em coma.
Nasce aqui uma investigação policial que nos levará ao encontro de quase todas os personagens. Nesta descoberta, todos poderiam ter razões para ter praticado aquele crime porque todos sabiam mais sobre aquela paixão que deixavam transparecer: Alice e Nicolau; Xavier (Pompeu José), o compadre de Augusto; Aurora (Sofia Nicholson), a empregada da fábrica e, principalmente, André, o sinistro primo de Gonçalo.
O inspetor da Polícia Miguel Meireles (Pedro Teixeira) terá um papel importante nesta busca em que investe tudo, também, para tentar animar sua esposa Laura (Fernanda Serrano), que está encontrando dificuldades para realizar o sonho de ser mãe, e se dedica à escrita de uma nova ficção inspirada no crime que atinge Marina e Gonçalo. O envolvimento de Laura neste inquérito ultrapassará todos os limites e, assim, sua vida também corre perigo, colocando seu casamento em risco.
"Amar Depois de Amar" é uma história de Helena Amaral, baseada no original de Erika Halvorsen, Gonzalo Demaría, Micaela Libson e Esteban Garrido. A produção geral é da Plural Entertainment para a TVI. O primeiro capítulo vai ao ar em Portugal, à partir das 10 e meia da noite.

Divulgação: TVI

Divulgação: TVI

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Edith González morre aos 54 anos

Edith González
1964 - 2019

A atriz mexicana Edith González, figura de populares telenovelas mexicanas, morreu hoje, dia 13 de Junho, aos 54 anos de idade. A atriz lutava há três anos contra um câncer de ovário.
Edith González nasceu em 10 de Dezembro de 1964. Filha de um contador e uma dona de casa, teve uma infância feliz. Brincava muito com seu irmão Victor Manuel, adorava ver televisão e passava horas vendo desenhos animados.
Ainda que tenha entrado para o mundo dos espetáculos por casualidade, sempre teve vocação para a arte. Segundo sua mãe, Dona Ofelia, ela sempre foi a protagonista de todas as peças de teatro na escola e gostava dos aplausos.
Com cinco anos, Edith foi assistir com sua mãe ao programa "Siempre en Domingo". Na platéia ela foi notada pelo diretor Antulio Jiménez Pons e foi convidada para um teste. Ao ser aprovada, ganhou seu primeiro papel em "Cosa juzgada", ao lado de Rafael Balendón e Marta Roth. A partir daí, Edith começava a escrever sua trajetória de sucesso.
No exterior, estudou interpretação em Los Angeles e Nova York. Em Paris estudou dança, inglês e história da arte e na Grã-Bretanha tomou aulas de jazz.
A produção que levou a atriz ao estrelato foi em "Los Ricos También Lloran" (1979), e logo alcançou o posto de protagonista com "Bianca Vidal" (1983). Assim, Edith estrelou diversas novelas, como "Rosa Salvaje" (1987), "Corazón Salvaje" (1993), "Nunca Te Olvidaré" (1999), "Salomé" (2001), "Mujer de Madera" (2004) e "Mundo de Fieras" (2006).
Edith ficou ainda mais reconhecida no exterior com "Doña Bárbara" (2008), na Telemundo. Fora da Televisa, protagonizou outras novelas na TV Azteca, como "Cielo Rojo" (2011), "Vivir a Destiempo" (2012) e "Las Bravo" (2014). Sua última protagonista foi em "Eva, la Trailera" (2016), em sua volta à Telemundo. Em seu último trabalho na TV, Edith fez uma participação especial como a vilã Katy em "Tres Familias" (2018), de volta à TV Azteca.
Edith González sempre foi uma das figuras mais importantes do espetáculo mexicano. Sua versatilidade lhe proporcionou diferentes papéis para atuar, seja heroínas, vilãs, mulheres sensuais, sofridas ou lutadoras. Graças ao seu talento, sempre nos presenteou com grandes trabalhos. Fica aqui, nosso carinho e respeito aos  familiares.

Aberturas de Novelas - Maria José (Televisa, 1995)

Pôster da novela "Maria José"
Divulgação: Televisa

Em 1995, Juan Osorio produziu "Maria José" para a Televisa. A trama é uma adaptação, realizada por Gabriela Ortigoza, de "Bianca Vidal", novela produzida no México em  1982, que, por sua vez, está baseada nas radionovelas "María Salomé" e "Sacrificio de Mujer", ambas da escritora Inés Rodena. 
Nesta história, Maria José (Claudia Ramírez) é uma jovem humilde que, desde cedo, precisou trabalhar como empregada doméstica. Seu pai, Serafim (Ernesto Gómez Cruz), está muito doente e sua mãe, Rosário (Estela Barona), morreu há muito tempo.
Carlos Alberto (Arturo Peniche) é o único filho do empresário Raul Almazán (Rogelio Guerra) com Piedade (Saby Kamalich). Raul gostaria que seu filho trabalhasse com ele, mas, contrariando o pai, Carlos Alberto decide ser professor.
Maria José e Carlos Alberto se conhecem acidentalmente e depois se reencontram na Universidade Pedagógica, onde ela estuda e ele dá aulas. No dia a dia, o relacionamento dos dois não é dos melhores, mas pouco a pouco, Maria José começa a se apaixonar por seu professor. 
Depois de algum tempo, uma série de fatos levarão Carlos Alberto a sentir algo especial pela aluna que sempre rejeitou. Essa aproximação desperta a fúria de Impéria (Ana Patrícia Rojo), até então, a noiva de Carlos Alberto. 
Certo dia, Serafim revela a Maria José que não é seu verdadeiro pai. Enquanto isso, Raul descobre que tem uma filha. Esta confissão é feita por seu pai, Rodrigo (Claudio Brook), antes de morrer, fazendo-o prometer que ele iria procurá-la.
Maria José e Carlos Alberto planejam se casar. Entretanto, no dia do casamento, Raul e Serafim contam toda a verdade e impedem a cerimônia. Impéria decide se aproveitar da situação e tenta reconquistar Carlos Alberto.
Tempos depois, Raul é surpreendido pela notícia de que Carlos Alberto não é seu filho. Ao saber de tudo, Carlos Alberto decide recuperar o amor de Maria José e tentar uma segunda oportunidade.
"Maria José" foi exibida no Brasil em 1997 pela CNT, quando a emissora passou a exibir tramas mexicanas em sua programação. Na ocasião, o SBT ainda estava embalado pelo sucesso da trilogia das Marias e suas intermináveis reprises, curiosamente também histórias de Inés Rodena. "Maria José" não teve o mesmo impacto que as Marias de Thalía tiveram no SBT, mas atendeu às expectativas da CNT, que sempre foi uma emissora menor e com pouca cobertura no Brasil.
Na coluna desta semana, confira a abertura original de "Maria José". O tema principal, que leva o nome da novela, é interpretado por José Alfredo Obregón.

Créditos: Televisa

terça-feira, 11 de junho de 2019

Juntos, El Corazón Nunca Se Equivoca - Primeiros Promocionais

Banner oficial de "Juntos, El Corazón Nunca Se Equivoca"
Divulgação: Televisa

Já estão no ar, os primeiros promocionais de "Juntos, El Corazón Nunca Se Equivoca" a nova série da Televisa para a faixa noturna. A spin-off gira em torno do romance de Aristóteles (Emilio Osorio) e Cuauhtémoc (Joaquín Bondoni), conhecidos como "Aristemo" nas Redes Sociais e um dos casais mais populares da novela "Mi marido tiene más familia", grande sucesso de 2018 no México.
A nova produção de Juan Osorio já quebra um novo tabu na história da TV mexicana ao exibir em horário nobre, mais precisamente na Televisa, uma ficção protagonizada por um casal gay adolescente. Devido à grande aceitação dos personagens em "Mi marido tiene más familia", a trama é bastante aguardada pelos telespectadores.
Em "Juntos, El Corazón Nunca Se Equivoca", Ari e Cuauh deixam Oaxaca, onde vivem a familia Córcega e a família López, para viver na Cidade do México, onde terão que enfrentar os prejuízos da sociedade.
Laura Flores, Sergio Sendel, Helena Rojo, Leticia Calderón, Nuria Bages Gaby Platas, Laura Vignatti Arath de la Torre e Victor González, são alguns nomes que integram o elenco desta produção encabeçada pelos jovens Emilio Osorio e Joaquín Bondoni.
"Juntos, El Corazón Nunca Se Equivoca" estreia no México no dia 24 de Junho, às 8 e meia da noite, substituindo "Doña Flor Y Sus Dos Maridos".


segunda-feira, 10 de junho de 2019

"Un Bandido Honrado" estreia na Colômbia pelo Canal Caracol

Pôster oficial de "Un Bandido Honrado"
Divulgação: Caracol Televisión

Nesta segunda-feira, dia 10 de Junho, uma nova atração está chegando à televisão colombiana. Trata-se de "Un Bandido Honrado", uma comédia que conta as aventuras de um traficante de drogas arrependido de todos os seus delitos.
Essa história, cheia de humor, contará as situações vividas por um bandido que quer aprender a ser bom. Seu caminho para a redenção será complicado, pois deverá fazer um grande esforço para se afastar das tentações do mundo fora da lei. 
"El Crespo" Ortega (Diego Vásquez) mostrará que naquele país e nos dias de hoje, é quase impossível ser correto, deixar de ser trambiqueiro, ser fiel à esposa, criar filhos longe do dinheiro fácil e tirar do crime sua antiga gangue.
Diego Vásquez, Carolina Acevedo, Norma Nivia, Tiberio Cruz, Andrés Toro, Felipe Calero, Álvaro Bayona e Sebastián Sánchez são alguns dos nomes que integram o elenco desta produção.
Com previsão de 60 capítulos, "Un Bandido Honrado" estreia na Colômbia, às 9 da noite, substituindo "La Gloria del Lucho".

Divulgação: Caracol Televisión