"A Cor da Paixão" chega ao Brasil pelo TLN

Novela da Televisa será exibida no país pelo TLN a partir desta segunda-feira, dia 26 de Agosto.

Fique por dentro da história de "La Reina Soy Yo"

Adaptação mexicana de "La Reina del Flow" estreia nesta segunda-feira, no Las Estrellas.

"Abismo de Paixão" volta à tela do SBT

Reprise foi escalada às pressas para substituir "A Dona".

La Usurpadora - Novos Promocionais

Série de 25 capítulos estreia no México em Setembro.

"Bolivar, una luta admirable estreia na Plataforma Netflix.

Produção é considerada uma das mais caras da história da televisão colombiana.

Notícias

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Feliz 2019


Nossa vida não muda com a virada de um ano, mas podemos mudar a forma que vamos viver deste momento em diante. Lembre-se de que amanhã é a primeira folha em branco de um livro de 365 páginas. Escreva-o bem! 

Feliz Ano Novo!

domingo, 30 de dezembro de 2018

Anuário 2018


Quando relembramos o que se passou em 2018, podemos perceber que o ano foi bastante instável para as produtoras de novelas. Nesta coluna, faço um breve balanço das histórias que pude acompanhar neste ano, seja aquelas que vi por alguns capítulos ou outras que me dediquei a assisti-las por completo.


Deus Salve o Rei (Brasil / Globo - 7 de Janeiro de 2018): Cercada de grandes expectativas, a primeira estreia da Globo em 2018 mostrou que um produto pode ter a melhor embalagem, mas se o conteúdo fica a desejar, o público não se conecta totalmente com a história. Nos quesitos figurino, cenografia e fotografia, "Deus Salve o Rei" é uma produção primorosa e sabemos que neste sentido a TV Globo se garante muito bem. O problema da novela foi justamente o conteúdo: uma história lenta, personagens que não cativaram, uma vilã inicialmente gélida com atuação bastante irregular e núcleos secundários sem grande importância. Não foi uma novela ruim, mas poderia ter sido melhor, se levarmos em conta que esta era uma produção ambiciosa.


Por Amar Sin Ley (México / Televisa - 12 de Fevereiro de 2018): Adaptação da colombiana "La Ley del Corazón", a história de "Por Amar Sin Ley" gira em torno de casos polêmicos defendidos por um escritório de advocacia. Em um determinado número de capítulos, um caso colocado em evidência vai se resolvendo paralelamente à história dos personagens principais. Com esta dinâmica, não faltaram participações especiais, além do elenco fixo, que não era pequeno. A novela não economizou em cenas violentas, causando estranheza para uns e surpresa para outros, mostrando que as novas produções da Televisa estão adotando um tom mais agressivo, mas será isso que o público está buscando? Em 2019, a novela terá uma continuidade. É aguardar para ver!


Hijas de la Luna (México / Televisa - 19 de Fevereiro de 2018):  Em 2018, a Televisa resolveu resgatar a telenovela juvenil com "Hijas de la Luna". Outra adaptação de trama colombiana, a história envolve quatro garotas de 23 anos, filhas do mesmo pai e com a mesma marca de nascença: uma pequena lua localizada na parte inferior das costas. Como primeiro produto desta retomada, foi uma boa produção, mas considero importante a continuidade de histórias destinadas aos jovens. Que venham novos títulos!


Ojitos Hechiceros (Peru / América Televisión - 20 de Fevereiro de 2018):  Trazendo como pano de fundo a cultura musical peruana, "Ojitos Hechiceros" é uma história que envolve sonhos e superação. A trama gira em torno da pequena Estrella, que ao lado de seu pai, busca realizar o sonho de se tornar uma grande estrela da cumbia peruana. Bastante musical, a novela contou com a participação de vários representantes do gênero. "Ojitos Hechiceros" caminhou para um desfecho feliz e a protagonista conseguiu se realizar no mundo da música, mas por conta da grande aceitação do público, alguns cabos ficaram propositalmente soltos para que uma continuidade fosse viabilizada.


La Mamá del 10 (Colômbia / Caracol Televisión - 26 de Fevereiro de 2018): Em ano de Copa do Mundo, a televisão colombiana saiu na frente com o lançamento de "La Mamá del 10" e se deu bem. Apostando em uma história de superação, tendo como figura central uma mãe e seu empenho para realizar o sonho do filho em se tornar um grande jogador de futebol, a novela caiu no gosto do público, sendo um grande e merecido sucesso. 


Tenías que ser tú (México / Televisa - 12 de Março de 2018): Adaptação da trama chilena "Ámbar", "Tenías que ser tú" conta a história de Nicole, uma menina que sonha em saber quem é seu pai. Ao mudar de cidade, por causa de uma proposta de trabalho, sua mãe descobre que seu chefe é seu ex-namorado e justamente o homem que ela quis manter distante de sua filha. Inexplicavelmente, Nicole encontra a figura paterna no motorista escolar que a acompanha diariamente para suas aulas. É uma novela bem família, com situações engraçadinhas, mas nada que seja relevante. Não a considero água com açúcar, pois acredito que lhe faltou um pouco de sabor.


Orgulho e Paixão (Brasil / Globo - 20 de Março de 2018): Diferente de muitas novelas recentes, "Orgulho e Paixão" apostou na leveza e no romantismo para contar a história de cinco mulheres completamente diferentes. Talvez esta diversidade de personalidades permitiu que o público escolhesse por qual mocinha torcer. A novela ganhou muito ao escolher uma fotografia colorida e iluminada, tirando aquela escuridão impregnada nas últimas novelas da Globo. Durante sua exibição, "Orgulho e Paixão" passou por vários momentos: histórias de amor, abordou temas polêmicos com delicadeza, teve toques de comédia e até de musical. Quem não lembra daquele capítulo em que Randolfo sonha com um mundo totalmente musical, no qual todos os personagens passam a cantar e dançar? Embora não tenha sido um sucesso avassalador, "Orgulho e Paixão" mostrou que ainda existe público que aprecia histórias românticas.


Y mañana será otro día (México / Televisa - 16 de Abril de 2018): Sendo uma das poucas boas produções da Televisa neste ano, "Y mañana será otro día" marcou o retorno de Angélica Vale à televisão mexicana. A trama narra a história de Mónica, uma dedicada e eficiente secretária que há anos ama em segredo seu chefe, um homem casado e pai de quatro filhos. Sua esposa, diagnosticada com câncer e com um histórico familiar desfavorável, encontra em Mónica a mulher ideal substitui-la na casa e no coração de seu marido. Com esta chance, Mónica tem a oportunidade de realizar seu sonho de amor. Embora, por razões óbvias, não fosse possível torcer totalmente pela protagonista, apesar de terem brincado com seus sentimentos, o carisma de Angélica Vale foi determinante para a aceitação de sua personagem. "Y mañana será otro día" foi uma história leve, divertida e fresca, uma novela que me deu prazer de assistir do primeiro ao último capítulo. Lamento o fato de ter sido exibida em uma faixa vespertina, quando a história tinha potencial suficiente para a faixa das 19 horas.



100 días para enamorarse (Argentina / Telefe - 7 de Maio de 2018):  Grande sucesso de 2018 da televisão argentina, "100 días para enamorarse" narra a história de duas amigas que colocam à prova seus relacionamentos amorosos. Com a relação desgastada, Laura e Gastón decidem ficar 100 dias separados para comprovar se ainda desejam ficar juntos. Por outro lado, Antonia decide repensar sua relação com Coco no momento em que seu amor da juventude reaparece. Inteligente e despretensiosa, "100 días para enamorarse" mescla romance e comédia, retratando os diferentes tipos de relações amorosas.


Nadie me quita lo bailao (Colômbia / RCN Televisión - 7 de Maio de 2018): Em 2018, nenhuma história me deu tanta satisfação em acompanhar como esta produção da Fox Telecolombia. Baseada na vida de Beto Pérez, o criador da Zumba, a novela faz uma viagem no tempo e reconta toda a trajetória do bailarino e coreógrafo até se tornar um empresário de sucesso, mostrando que sua mãe e muitos amigos foram personagens fundamentais nesta jornada. Rica, musical, com tramas e personagens relevantes, além de um elenco formidável, "Nadie me quita lo bailao" é uma história de luta, perseverança e que nos deixa uma importante mensagem: "A dança transforma as pessoas e pode ser determinante em qualquer momento da vida".


Segundo Sol (Brasil / Globo - 14 de Maio de 2018): Bastante aguardada por se tratar de uma novela de João Emanuel Carneiro, "Segundo Sol" conta a história de um cantor de axé falido, que após simular sua morte, viu sua família lucrar economicamente com sua obra musical. A trama pecou pela inconstância do roteiro e pelo mau uso de clichês. Chagando à metade da história, a trama de Beto Falcão já tinha perdido sua força e a "marishquera do inferno" virou saco de pancadas dos vilões, transformando a novela em uma verdadeira perseguição de gato e rato. Até as tramas paralelas começaram a ter mais importância para salvar a novela de uma barriga ainda maior. Como balanço final, ficou aquém das expectativas.


As Aventuras de Poliana (Brasil / SBT - 16 de Maio de 2018): Desde 2012, quando o SBT voltou a apostar na produção de novelas infantis, "As Aventuras de Poliana" é a primeira obra original desde ciclo. Baseada na obra de Eleanor H. Porter, a história gira em torno de uma garota de personalidade livre que encara os problemas da vida de forma leve, procurando sempre encontrar o lado bom das coisas. Colorida, musical e familiar, a novela tem todos os ingredientes para conquistar o telespectador do SBT. Recentemente, a produção enfrentou um período de turbulência com a troca da intérprete da Tia Luísa, uma personagem essencial na história. Por conta de uma gravidez em curso, Milena Toscano foi substituída por Thaís Melchior. Daqui pra frente, a novela terá outro desafio: ter fôlego para ficar pelo menos dois anos no ar.


La jefa del campeón (México / Televisa - 11 de Junho de 2018): Se você chegou até aqui, deve ter feito alguma associação com a novela "La Mamá del 10". Sim, "La jefa del campeón" é uma adaptação bastante prematura da trama colombiana. Para se ter uma ideia, a produção mexicana começou a ser gravada quando a original ainda estava no ar em seu país natal. O resultado final foi uma novela feita a toque de caixa, que não agregou nada de novo. Basta assistir um capítulo da original para desanimar com esta adaptação.


La Reina del Flow (Colômbia / Caracol Televisión - 12 de Junho de 2018): Ambientada no universo do Reggaeton, a trama narra a história de uma jovem com aptidão para a música, que é enganada pela pessoa em que mais confiava e condenada por um crime que não cometeu. Seu único desejo é sair e vingar-se de todos que acabaram com sua vida e a de sua família. Grande sucesso de 2018 na televisão colombiana, "La Reina del Flow" aposta na reviravolta da mocinha e seu acerto de contas com os inimigos, sem deixar de conceder um amplo espaço ao narcotráfico e à violência. Em 2019, a novela terá uma segunda temporada na Colômbia e uma versão mexicana para a Televisa chamada "La Reina Soy Yo".


La Piloto 2 (México / Televisa - 18 de Junho de 2018): Nesta nova temporada, Yolanda passa a levar uma vida normal, depois de se envolver no mundo do tráfico de drogas. Quatro anos depois, inimigos do passado decidem perseguir seus entes queridos com o objetivo de acertar contas pendentes. Em mais uma continuação que não deveria ter acontecido, uma vez que nem a primeira temporada foi o sucesso esperado, "La Piloto 2" é mais um projeto que bebe da fonte das narco séries, que ganharam visibilidade nas televisões da América Latina nos últimos anos.


Mi marido tiene más familia (México / Televisa - 9 de Julho de 2018): Nesta continuidade desnecessária de "Mi marido tiene família", Robert e Julieta se dedicam a não perder sua comunicação como casal. As coisas se complicam a chegada da nova chefe de Julieta e de novos parentes  na família Córcega. Apesar da inclusão de novos personagens para movimentar a trama, "Mi marido tiene más familia" não escapou do marasmo e de baixas no elenco. Por compromissos de trabalho já fechados, Daniel Arenas e Zuria Vega ficaram fora da novela por vários capítulos, passando o protagonismo da história para Arath de la Torre e Susana González. Neste momento, as atenções da novela estão voltadas para um jovem casal gay, que ganhou a simpatia do público. Avaliando como um todo, percebe-se que os resultados estão valendo mais que a qualidade da novela e por isso, estica-se a história enquanto puder, mesmo que ela perca o sentido e que personagens queridos sejam sacrificados.


Mi Esperanza (Peru / América Televisión - 17 de Julho de 2018): A passagem da pequena Alessia Lambruschini nos primeiros capítulos de "Ojitos Hechiceros" foi breve, mas suficiente para conquistar o telespectador peruano. Rapidamente, a menina foi escalada para um papel de destaque na produção substituta. Em "Mi Esperanza", Alessia interpreta uma criança que é filha de um relacionamento fora do casamento. Quando seus pais sofrem um trágico acidente, ela passa a ser criada pela verdadeira esposa de seu pai, criando um elo de amor. Extremamente lacrimogênea, a novela vai te ganhando a cada capítulo e você acaba se entregando ao drama da menina, muito em parte pelo carisma e desempenho da atriz. Com tudo isso, nem preciso comentar que a novela foi um grande sucesso.


Jesus (Brasil / Record TV - 24 de Julho de 2018): Depois de uma temporada turbulenta com a produção de "Apocalipse", a Record TV convocou "Jesus" para reverter a maré ruim dos últimos meses. A trama arrastada é alvo de controvérsias por trazer acontecimentos diferentes do que se conhece pela bíblia, causando a desaprovação de representantes da igreja católica. Apesar de não ter o mesmo desempenho de "Moisés" em algumas praças do Brasil, "Jesus" está conseguindo o feito de ser a novela estrangeira mais vista nos Estados Unidos desde sua estreia. Embora a trama não ajude muito, vale o destaque para o trabalho de Dudu Azevedo, pois evidentemente este personagem seria uma prova de fogo para qualquer ator que fosse escolhido, dada a sua importância para a humanidade.


O Tempo Não Para (Brasil / Globo - 31 de Julho de 2018): A ideia de unir personagens de séculos diferentes em uma mesma época é o grande trunfo de "O Tempo não Para". Contando a história de uma família que congela em 1886 e desperta nos dias atuais, a novela consegue proporcionar uma série de situações curiosas, como o choque de hábitos e principalmente, o de linguagem, mostrando como o nosso vocabulário foi modificando do decorrer dos séculos. Personagens carismáticos, texto inteligente e bem-humorado, além de um bom elenco, fazem de "O Tempo não Para" uma das melhores novelas da Globo em 2018. 


Mi Hermano es un Clon (Argentina / El Trece - 3 de Setembro de 2018): Nesta novela cômica argentina, Renzo foi concebido pela técnica de fertilização in vitro e deste experimento, parte de seu material genético foi separado para a realização de um clone e fecundado em outra mulher. Somente quase trinta anos depois, a verdade vem à tona com a iminente morte do avô de Renzo, o cientista responsável pela experiência. A partir daí, Renzo busca o irmão em segredo com o objetivo de eliminá-lo e ficar com toda a fortuna da família. Com uma boa premissa, "Mi Hermano es um Clon" estreou bem e Nicolás Cabré foi competente ao compor dois perfis extremamente diferentes. No entanto, os acontecimentos não saíam do mesmo lugar e a comédia partiu para a bobeira. Quando a história passou a avançar, a Telefe estreou sua versão local do reality "The Voice" e a novela perdeu uma parte considerável de seu público. Agora, na reta final, a novela poderá reverter o jogo, uma vez que a concorrência está mais fragilizada com o final do reality.


Like (México / Televisa - 10 de Setembro de 2018): Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar e essa teoria pode ser aplicada em "Like". Apontada como possível remake de "Rebelde", a novela é de fato uma história original, mas contendo vários elementos semelhantes com o claro objetivo de repetir o sucesso da turma do Elite Way School. Com um planejamento de dar inveja, incluindo a seleção de atores em vários países, locações no exterior, banda musical e produção de conteúdo multiplataforma, o projeto não teve o retorno esperado. Concebida inicialmente para duas temporadas, a novela encerrou suas gravações e não existe interesse de continuação. A banda, que contava com oito integrantes, já sofreu duas baixas. Seguramente, é um projeto que não deixará saudade.


La Taxista (México / Imagen Televisión - 17 de Setembro de 2018): No ano em que a Televisa e a TV Azteca colocaram de lado as histórias rosas, o Imagen Televisión vai contra a corrente com o lançamento de "La Taxista", uma história extremamente folhetinesca e tradicional. A trama, exibida às 19 horas no México, vem se destacando pela considerável fatia de audiência conquistada em sua faixa, mostrando que ainda existe público para este tipo de histórias. Se você aprecia novelas românticas, "La Taxista" é uma opção bastante recomendável.


Espelho da Vida (Brasil / Globo - 25 de Setembro de 2018): Assim como "Além do Tempo", Elisabeth Jhin aposta novamente na temática de vidas passadas e "Espelho da Vida" também envolve duas épocas distintas. Ao chegar em Rosa Branca para a gravação de um filme, Cris Valencia descobre que sua encarnação passada é justamente a personagem que irá interpretar no cinema. Bastante instigante, a trama é bem agradável de se assistir, embora tenho a sensação de que em vários momentos a história parece não sair do mesmo lugar. Ainda assim, das três novelas da Globo atualmente em cartaz, "Espelho da Vida" é a minha favorita.


Loquito por ti (Colômbia / Caracol Televisión - 10 de Outubro de 2018): Inspirada na vida dos cantores colombianos Rodolfo Aicardi e Gustavo Quintero, "Loquito por ti" conta a história dos amigos Camilo e Juancho que compartilhavam o sonho de se tornarem os músicos mais famosos da música tropical. No caminho para o sucesso, a paixão pela mesma garota coloca um fim nesta amizade. Apostando em uma história musical, com toques de romance e comédia, aliada à história de dois cantores conhecidos no país, "Loquito por ti" é uma prova de que o Canal Caracol tem potencial para fazer boas histórias e que não é necessário valer-se dos mesmos recursos para conseguir audiência fácil. 


Amar a Muerte (México[1] e Estados Unidos[2] / Televisa e Univisión - 29 de Outubro de 2018[2] e 5 de Novembro de 2018[1]): Vendida inicialmente como história original, "Amar a Muerte" está baseada en "El Cuerpo Ajeno", obra de Julio Jiménez. Nesta mais recente adaptação, a troca de corpos envolve três personagens e não dois como nas versões anteriores. Tratando-se de uma produção da W Studios e Lemon Studios, o universo do narcotráfico foi inserido bem ao estilo das novelas da Telemundo, deixando a história mais difícil de digerir. Apesar dos pesares, a fotografia, efeitos especiais e direção de atores têm se mostrado eficiente e superior à maioria das produções da atualidade. 


O Sétimo Guardião (Brasil / Globo - 12 de Novembro de 2018): A volta de Aguinaldo Silva ao realismo fantástico prometia reviver boas histórias como "Pedra Sobre Pedra", "Fera Ferida", "A Indomada", entre outras. No entanto, até o momento, "O Sétimo Guardião" ainda está devendo. Nas primeiras semanas, a história começou confusa e macabra demais. Outro ponto negativo recai em sua fotografia envelhecida, deixando a impressão de que não estamos vendo uma novela de 2018. Nos capítulos mais recentes, a novela ficou mais simpática ao aterrissar definitivamente em Serro Azul, onde os curiosos personagens desta história começam a ganhar mais espaço. Ainda é cedo demais para dizer que a trama não irá decolar, mas a primeira impressão não foi das melhores. 


Ojitos Hechiceros 2 (Peru / América Televisión - 21 de Novembro de 2018): Continuação de "Ojitos Hechiceros", a novela substituiu "Mi Esperanza" no horário nobre do Peru. Nesta etapa, a novela se desenvolve depois que Estrella conquista o mundo da música e o tão esperado casamento com Julio, que não foi entregue na primeira parte, finalmente acontece. Entretanto, uma série de acontecimentos colocam em cheque esta relação, além dos inimigos do passado que estão dispostos a destruir a carreira de Estrella. Até o momento, "Ojitos Hechiceros 2" está mantendo o mesmo ritmo de sua primeira parte e continua sendo a preferida dos telespectadores peruanos. Se esta história terá um ponto final aqui, só o tempo irá dizer.

sábado, 29 de dezembro de 2018

As cinco melhores aberturas de novelas mexicanas de 2018


A abertura de uma novela é o cartão de visitas, é a embalagem de um produto audiovisual. Em poucos minutos, por meio da arte da edição, é possível transmitir a ideia geral de uma determinada história. Neste post, enumeramos as cinco melhores aberturas de novelas mexicanas de 2018. Cabe lembrar que esta lista é subjetiva e que cada um terá a sua, baseada em critérios pessoais.

1º lugar - Amar a Muerte (Televisa): De um altar em oferenda ao dia dos mortos saiu a ideia desta abertura. Ilustrando a troca de corpos entre os personagens desta história e a interferência da morte neste processo, a sequência se alterna entre inserções de imagens em pequenas molduras com cenários de chroma key trabalhados na pós-produção. Bastante engenhosa, a abertura trabalha com movimentos de câmera e revela novos cenários a cada instante, explorando todos os cantos do altar.

Créditos: Televisa /  © Sony Music

2º lugar - Y mañana será otro día (Televisa): Criativa, descolada e veloz, é assim que defino a abertura de "Y mañana será otro día". Recriando a rotina diária de Mónica, uma eficiente e dedicada secretária, a sequência traz momentos descontraídos. A edição ágil acompanha as batidas do tema musical Insomnio, interpretado por Aleks Syntek, e apresenta todos os personagens da trama. A ideia de quebrar a sequência com uma coreografia (que assumo ter feito várias vezes em frente à TV) foi genial, transformando a abertura em um verdadeiro videoclipe viciante de assistir.

Créditos: Televisa / © Sony Music

3º lugar - La Taxista (Imagen Televisión): Apostando na boa novela rosa, o Imagen Televisión vem conseguindo bons resultados com "La Taxista". Sua abertura, relativamente simples, combina cenas da novela com gravações em cenários de chroma key, além de muitos efeitos de transição (estilo Windows Movie Maker) em quase todas as imagens. O tema Colgando en tus manos, interpretado por Carlos Baute e Marta Sáncheznão é recente, mas transmite toda a essência desta história. Mesmo com a pouca complexidade da sequência, não deixa de ser um bom trabalho.

Créditos: Imagen Televisión / © Warner Music

4º lugar - Hijas de la Luna (Televisa): Apostando novamente em novelas juvenis, "Hijas de la Luna" narra a história de 4 garotas de cidades diferentes, que são filhas do mesmo pai, têm a mesma idade e possuem a mesma marca de nascença: uma lua. Partindo desta ideia, a abertura mostra as quatro protagonistas saindo de suas cidades, tirando suas roupas e partindo para a praia, em Mazatlan, cenário principal desta história e onde vive o pai das "filhas da lua". Irmãs, mas de personalidades diferentes, na sequência cada uma encontra o respectivo príncipe para chamar de seu.

Créditos: Televisa

5º lugar - Tenías que ser tú (Televisa): Planos sequência são trabalhosos, mas geralmente rendem ótimos resultados e em "Tenías que ser tú" não foi diferente. Neste caso, vários planos sequências foram gravados e a edição tratou de fazer os devidos ajustes: aceleração em pontos estratégicos e a união de todos os planos, formando uma sequência uniforme, na qual aparentemente os acontecimentos se desenvolvem em ordem cronológica.

Créditos: Televisa / © Sony Music

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

As cinco melhores aberturas de novelas brasileiras de 2018


A abertura de uma novela é o cartão de visitas, é a embalagem de um produto audiovisual. Em poucos minutos, por meio da arte da edição, é possível transmitir a ideia geral de uma determinada história. Neste post, enumeramos as cinco melhores aberturas de novelas brasileiras de 2018. Cabe lembrar que esta lista é subjetiva e que cada um terá a sua, baseada em critérios pessoais.

1º lugar - Deus Salve o Rei (Globo): Nesta história ambientada na era medieval, o amor entre um rei e uma plebeia tinha como obstáculos os interesses e conflitos de dois reinos vizinhos. A abertura, desenvolvida pela produtora Lightfarm Brasil, usou técnicas de modelagem 3D, que permitem a construção de personagens e cenários com grande realismo. O cenário principal é de um campo de batalha, em que a câmera vai sobrevoando e mostrando os mínimos detalhes. O tema Scarborough Fair, interpretado pela cantora norueguesa Aurora, caiu como uma luva para esta belíssima sequência.

Créditos: Rede Globo / © UMG

2º lugar - Jesus (Record TV): Cercada de grandes expectativas, "Jesus" emocionou o público com sua abertura. Nesta sequência, que usa técnicas de computação gráfica, são retratadas as principais passagens da vida do filho de Deus, assim como alguns símbolos marcantes de sua história, como a cruz e a coroa de espinhos, as trinta moedas de prata que Judas recebeu para entregar Jesus, o Espírito Santo representado pela pomba branca, entre outros. Diferente das outras produções bíblicas produzidas pela Record TV e Casablanca, que usaram temas instrumentais em suas aberturas, "Jesus" conta com um tema musical: Precioso é interpretado pelo cantor e compositor Kildson Araújo.

Créditos: Record TV

3º lugar - As Aventuras de Poliana (SBT): Se pensarmos em animação, a abertura de "As Aventuras de Poliana" já ganhou disparada no quesito fofura. Explorando a personalidade otimista da personagem título, a sequência ilustra situações adversas em que é possível ver o lado bom das coisas. A letra do tema principal, intitulado O Meu Nome é Poliana, já é um convite ao embarque nesta jornada de fantasia.

Créditos: SBT

4º lugar - Orgulho e Paixão (Globo): Usando técnicas tradicionais de animação, em que cada frame é desenhado individualmente, a abertura de "Orgulho e Paixão" está inspirada nas obras do pintor francês Toulouse Lautrec e levou três meses para ficar pronta. Usando referências de linguagem do universo dos filmes e livros de Jane Austen, a sequência apresenta as características principais das cinco protagonistas. O campo de café, os casarões, as fazendas e a ferrovia fazem referências à época em que a trama está ambientada.

Créditos: Rede Globo / © Warner Music

5º lugar - O Sétimo Guardião (Globo): Assim como a história, a abertura de "O Sétimo Guardião" é bastante misteriosa. As sequências de giros nos remete à ideia da montagem de um cubo mágico, em que todos os segredos e personagens são revelados simbolicamente. O gato é quem tudo vê e tudo sabe, cabendo a ele costurar toda a abertura.

Créditos: Rede Globo / © Warner Music

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Feliz Natal!


Que nesta noite especial de Natal todos os seus sonhos se realizem, que Deus continue abençoando toda a sua família! Desfrute cada momento com imensa alegria e que seja formado um elo de paz, amizade e amor!

Feliz Natal!!!!

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Ringo - Novos Promocionais

Banner da novela "Ringo"
Divulgação: Televisa

Já estão no ar os novos promocionais de "Ringo", a nova novela da Televisa. Baseada na trama argentina "Sos Mi Hombre", a nova produção de Lucero Suárez ("Querida Enemiga", "La Vecina", "Enamorándome de Ramón") está inteiramente gravada e entrará no ar com 100% dos capítulos finalizados.
A trama gira em torno de um lutador de boxe aposentado que, apesar de ter deixado o ringue, é forçado a enfrentar adversários muito mais difíceis: sua péssima situação econômica, a decepção com o amor e a luta permanente pela custódia de seu filho. No caminho, ele conhecerá uma médica que mudará, de alguma forma, sua vida. 
No elenco, José Ron, Mariana Torres, César Évora, Luz Ramos, Alfredo Gatica, Arturo Carmona, Gabriela Carrillo, Pierre Angelo, entre outros.
"Ringo" será a primeira estreia da Televisa em 2019. Anote aí: dia 21 de Janeiro, às 6 e meia da tarde, no Las Estrellas.

Créditos: Televisa

Créditos: Televisa

Créditos: Televisa

Créditos: Televisa

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Jugar Con Fuego - Primeiro Promocional

"Jugar Con Fuego" é a versão hispânica de "Amores Roubados"
Foto: Reprodução

Em 2019, a Telemundo terá grandes novidades em sua programação e uma delas já começou a ser divulgada. Trata-se de "Jugar Con Fuego", a versão hispânica de "Amores Roubados", uma obra escrita por George Moura. 
Realizada em coprodução com a TV Globo, a minissérie conta a história de Fabrizio (Jason Day), um homem atraente e sensual, que invade a vida de três mulheres: Camila (Gaby Espino) e Martina (Margarita Rosa de Francisco), mulheres casadas que são grandes amigas, e Andrea (Luara Perico), filha de Martina. Recém-chegado do México, a presença de Fabrizio perturbará a vida das casas de uma próspera zona cafeeira da Colômbia. Além disso, a sua incursão no território proibido confirmará que brincar com fogo pode ter consequências terríveis.
Assim como sua versão original, "Jugar Con Fuego" também terá 10 capítulos. No elenco, Jason Day, Carlos Ponce, Margarita Rosa de Francisco, Gaby Espino, Laura Perico, Tony Plana e Marcelo Serrado. 
Ainda sem previsão de estreia, "Jugar Con Fuego" deverá chegar aos Estados Unidos no primeiro semestre de 2019. Confira o primeiro promocional de divulgação.

Créditos: Telemundo

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

"Cordel Encantado" volta à tela da Globo no "Vale a Pena Ver de Novo"

Pôster da novela  "Cordel Encantado"
Divulgação: TV Globo

A TV Globo já definiu a substituta de "Belíssima" no "Vale a Pena Ver de Novo". Trata-se de "Cordel Encantado", novela produzida em 2011 e escrita por Thelma Guedes e Ducca Rachid.
Ambientada na fictícia cidade de Brogodó, a trama narra a história de amor de Açucena (Bianca Bin), a princesa de Seráfia criada como cabocla brejeira, e Jesuíno (Cauã Reymond), filho de um dos mais temidos cangaceiros e futuro herdeiro do reinado "bandido".
Açucena é filha de Rei Augusto (Carmo Dalla Vecchia). Quando ainda era um bebê, foi dada como morta após a Rainha Cristina sofrer um atentado no Sertão Nordestino.
Jesuíno foi criado sem pai e nunca soube sua identidade, mas Herculano (Domingos Montagner) quer um novo cangaceiro que o suceda e fará de tudo para transformar seu filho no novo rei do cangaço.
O amor de Açucena e Jesuíno ainda sofre com a perseguição de Timóteo (Bruno Gagliasso), um bon vivant amoral obcecado pela mocinha.
O elenco da novela está formado por Bianca Bin, Cauã Reymond, Carmo Dalla Vecchia, Domingos Montagner, Bruno Gagliasso, Marcos Caruso, Zezé Polessa, Nathalia Dill, Osmar Prado, Débora Bloch, Tuca Andrada, Felipe Camargo, entre outros.
"Cordel Encantado" tem estreia prevista para Janeiro, em data a ser divulgada.