"Avenida Brasil" está de volta no "Vale a Pena Ver de Novo"

Novela de João Emanuel Carneiro era uma das mais pedidas para reprise.

Fique por dentro da história de "Médicos: Línea de Vida"

Novela protagonizada por Livia Brito e Daniel Arenas é a grande estreia da semana no Las Estrellas.

"El Dragón" estreia nos Estados Unidos pela Univisión e terá lançamento pela Netflix

Trama é protagonizada por Sebastían Rulli, Renata Notni e Irina Baeva.

"A Escrava Isaura" está de volta da Record TV

Novela protagonizada por Bianca Rinaldi estreia hoje, dia 7 de Outubro, na faixa vespertina do canal.

Aberturas de Novelas - Caminos Cruzados (Televisa, 1994 / 1995)

Trama é adaptação de uma novela brasileira.

Notícias

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Aberturas de Novelas - Camila (Televisa, 1998)

Bibi Gaytán é Camila
Divulgação: Televisa

Em 1998, Angelli Nesma  produziu "Camila" para a Televisa. A novela, escrita por Gabriela Ortigoza, está baseada na radionovela "La Galleguita", obra de Inés Rodena. O argumento de "La Galleguita" foi usado em cinco novelas mexicanas de diferentes épocas, sendo "Camila" a última delas a beber desta fonte.
Na trama, Camila Flores (Bibi Gaytán) é uma camponesa que perdeu os pais muito cedo. Sua criação ficou a cargo de seu avô Genaro (Ignacio López Tarso), um grande criador de galos, mas muito pobre. Seu maior medo é que Camila um dia o abandone e que ela não seja feliz.
Certo dia, Camila conhece o advogado Miguel Gutiérrez (Eduardo Capetillo), que está a trabalho em seu povoado. Miguel fica impressionado com sua beleza e pede permissão ao avô da jovem para que possa visitá-la.
Em pouco tempo, Camila e Miguel se apaixonam, motivo pelo qual ele pede sua mão em casamento. Mesmo contra sua vontade, Genaro permite que Camila se case.
Na capital, Miguel trabalha na empresa de Armando Iturralde (Enrique Lizalde), um homem muito rico, de quem Miguel pretende se tornar sócio em breve. Ele tem uma filha, a bela e caprichosa Mônica (Adamari López). Ao voltar da Europa, onde fingia estudar Artes Plásticas, Mônica conhece Miguel e fica obcecada por ele. Sob o pretexto de não conhecer bem a cidade, ela pede que Miguel a acompanhe em todos os lugares. Interessado no que esta relação pode proporcionar, ele aceita.
Com o fim de agradar Miguel, Mônica pede que seu pai dê uma promoção ao rapaz. Ivan (Raúl Magaña), percebendo as segundas intenções de Mônica, aconselha Miguel a explorar essa amizade para tirar proveito e assim poder oferecer um futuro melhor a Camila.
Miguel e Camila finalmente se casam, mas apenas no civil. Ele volta para a capital e diz que em breve se casarão com a bênção de Deus. Genaro considera muito suspeita a atitude de Miguel, mas como não quer se separar da neta, aceita.
Conforme o tempo passa, a relação de Miguel e Mônica vai de amizade a noivado. Ele decide terminar o casamento com Camila por meio de uma carta. O problema é que Genaro recebe a correspondência e não diz nada para a neta. Quando decide ir para a capital e tirar satisfações com Miguel, ele sofre um ataque do coração e morre. 
Após enterrar, chorar pela morte de seu avô e sem saber de fato, o que causou sua morte, Camila vai para a capital encontrar seu marido. Miguel sabe que seu casamento com Camila pode atrapalhar seu futuro com Mônica e, consequentemente sua ascensão profissional. No entanto, ao reencontrá-la, ele fica dividido sobre o que realmente importa.
A produção de "Camila" reserva algumas curiosidades:

  • "Viviana, em busca do amor", exibida no SBT na década de 80, é uma outra versão desta mesma história. A novela foi protagonizada por Lucía Méndez e Hector Bonilla;
  • "Camila" foi a primeira novela mexicana que o SBT exibiu com sua abertura orignal, sem interferências no tema musical ou edição da sequência;
  • Em sua exibição no SBT, em 2001, a novela teve uma média geral de 11 pontos, tendo uma trajetória crescente semana a semana. No último capítulo, a trama surpreendeu e muito ao bater picos de 21 pontos às 4 da tarde. Mesmo com tamanho sucesso, "Camila" nunca foi pensada para uma reprise;
  • Biby Gaytán e Eduardo Capetillo são casados desde 1994 e possuem 5 filhos. Eles se conheceram nos bastidores da novela "Baila Conmigo", em 1992;
  • Conhecido por seu comportamento ciumento, a imprensa local noticiou que Eduardo Capetillo exigiu ser o protagonista masculino de "Camila" ao saber que sua esposa foi escolhida para ser a heroína. O ator também teria interferido nos rumos dos personagens na novela, bem como "blindado sua esposa", não permitindo que Camila terminasse com outro galã, desfecho que estava previsto na história;
  • "Camila" foi a última novela protagonizada por Bibí Gaytán. Em 2008, ela realizou uma participação especial no primeiro capítulo da novela "En Nombre del Amor", novamente ao lado do marido. Atualmente, ela se dedica em tempo integral a sua família.
Na coluna desta semana, vamos relembrar a abertura de "Camila". O tema principal, que leva o nome da novela, é cantado pelo marido. Sim, ele mesmo! Eduardo Capetillo, de novo.

quarta-feira, 27 de junho de 2018

"Asas do Amor" é a nova novela da Band

Pôster oficial de "Bana Sevmeyi Anlat"
Divulgação: Ay Yapim

Faltando apenas uma semana para o final de "Amor Proibido", a Band finalmente anuncia mais uma produção turca. A escolhida foi "Asas do Amor", trama produzida em 2016 pela Ay Yapin e escrita por Deniz Akçay. Os atores Kadir Doğulu, Seda Bakan e Mustafa Üstündağ dividem os créditos principais. Com a divulgação do primeiro promocional, veiculado na noite desta terça-feira (26), acabaram os rumores de que emissora não apostaria mais em novelas turcas.
Originalmente intitulada "Bana Sevmeyi Anlat", a história gira em torno de Leyla (Seda Bakan) e Alper (Kadir Doğulu), pessoas com seus dilemas pessoais e, por acasos da vida, são colocados frente a frente, despertando uma nova paixão.
Leyla termina um casamento infeliz e procura o apoio de seu pai, que lhe oferece a oportunidade de se casar com seu amigo Haşmet (Mustafa Üstündağ), um respeitado e bem-sucedido homem de negócios ao qual ela não o ama, mas aceita se casar com o único propósito de garantir o bem estar de seu filho em Istambul.
Do outro lado, Alper é um cozinheiro que cuida do filho e dos sobrinhos sozinho, após a morte sua esposa  e de seu irmão, ambos envolvidos em um acidente de carro.
No dia do casamento, Leyla descobre que Haşmet é um homem um caráter duvidoso e foge da cerimônia. É então que Alper surge em seu caminho, mudando completamente sua vida.
"Asas do Amor" estreia na próxima terça-feira, dia 3 de julho, às 8 e 20 da noite, na Band.


terça-feira, 26 de junho de 2018

Fique por dentro da história de "Lia", a nova minissérie da Record TV

Banner promocional de "Lia"
Divulgação: Record TV

Lia (Bruna Pazinato) vive em meio a homens violentos, sem nenhum carinho por parte da família. Com a mãe, aprende sobre fé, mas a perde aos oito anos de idade, no parto que traz Raquel ao mundo. Assim, ela assume o papel de cuidar da irmã e desenvolve talento para as coisas da casa, tornando-se uma ótima cozinheira.
Por causa do forçado e precoce amadurecimento, Lia se torna uma mulher tímida e insegura. A irmã, ao contrário, é bela e cheia de si. Enquanto a mais velha tenta ensinar com amor, a mais nova devolve em sabotagens.

Graziela Schmitt é Raquel, Bruna Pazinato é Lia e Felipe Cardoso é Jacó
Divulgação: Record TV

Labão (Theo Becker), pai das irmãs, é um homem truculento. Junto com Laila (Susana Alves), pouco se importou que Lia ficasse com a árdua tarefa de criar Raquel (Graziela Schmitt), perdendo, assim, a sua infância. Visando sempre ser mais rico e poderoso, ele as usa como moedas de troca.

Theo Becker é Jacó e Susana Alves é Laila
Divulgação: Record TV

Mais tarde, disputa com Jacó (Felipe Cardoso), seu sobrinho, para ver quem é mais inteligente. Vendo o interesse do moço por Raquel e a paixão de Lia, arma para que despose com as duas irmãs. De acordo com os planos de Labão, ele cumpre a condição de trabalhar por mais 7 anos, imposta para ficar com seu amor verdadeiro. 
Forçada a enganar o homem que ama, Lia vive o desprezo de Jacó, que a acusa de ser traidora. Mesmo dando a ele seis filhos, a moça não conquista seu coração. Jacó só tem olhos para Raquel que, sem conseguir dar ao marido um herdeiro, passa a sabotar a irmã. Esse clima cria uma disputa nada saudável entre as mulheres. 
Diante das dificuldades, Lia se fortalece na fé em Deus. Para cada vez que dá à luz um filho, um passo em direção ao amor próprio: a aflição de ser feliz, o amparo do Senhor quando é desprezada pela família, a esperança da união com Jacó, a presença de Deus no seu coração magoado, o pedido por respeito e, finalmente, o florescimento do amor no coração de Jacó. 

Fonte: R7.com

15 anos depois, veja como está Danilo, o protagonista de "Poucas, Poucas Pulgas"

Danilo (Santiago Mirabent), vovô Julián (Ignacio López Tarso) e o cão Tomás
Divulgação: Televisa

Se você assistiu à novela "Poucas, Poucas Pulgas", em 2003, no SBT, deve se lembrar de Danilo, um garoto de 12 anos que vivia sozinho com seu "sócio" Tomás, um cachorro muito inteligente e esperto. Por acasos da vida, Danilo acaba cruzando o caminho de Julián (Ignacio López Tarso), um velhinho resmungão e de bom coração, além de conhecer Alexandra (Natasha Dupeyrón), uma menina introvertida, que sofre com a falta de atenção dos pais. Entre os três, nasce uma profunda amizade.
15 anos se passaram e Santiago Mirabent não foi visto em mais nenhuma produção mexicana. Na ocasião, o jovem ator tinha apenas 13 anos quando estreou na TV em "Poucas, Poucas Pulgas". Atualmente, com 27 anos, ele concedeu uma entrevista ao Portal People en Español, relembrou os tempos da novela e contou como está sua vida hoje.

Santiago Mirabent, antes e depois
Foto: Instagram

Ao ser escolhido para o papel em “Poucas, Poucas Pulgas”, Santiago ficou muito surpreso com o resultado: "Eu nunca tinha feito nada de profissional e ter a oportunidade de protagonizar uma novela, depois de ter desejado tanto, foi a melhor coisa que poderia ter acontecido comigo na vida".
Em 2004, Santiago participou de “Piel de Otoño”, sua última novela. Ele também comentou sobre a fama repentina: "Na verdade, isso caiu como um balde de água fria, ainda mais quando você não está acostumado com a fama e aos 13 anos de idade. Eu confesso que fiquei um pouco chateado. A fama foi tão rápida que eu não soube como lidar com isso. Mas agradeço a todos que estiveram comigo".
No final de 2005, a Televisa decide não produzir mais novelas infantis, fato lembrado por ele: "Foi um momento complicado. Quando retiraram o Televisa Niños (departamento destinado à produção de conteúdo infantil), foi difícil conseguir um novo papel tendo a idade que tinha, já que ainda não podia estar nas novelas adolescentes. Foi aí que passei a me dedicar aos estudos e a minha carreira".

Atualmente, Santiago Mirabent é arquiteto
Foto: Instagram

Santiago se formou em Arquitetura e hoje possui seu próprio negócio chamado "Garage Interiorismo y diseño". Para ele, viajar é uma de suas atividades favoritas, além de passar o tempo ao lado de sua família.

Santiago Mirabent reencontra Ignacio López Tarso
Foto: Instagram

No começo deste ano, Santiago reencontrou Ignacio López Tarso e teve a oportunidade de relembrar os bons tempos. Com sua carreira de arquiteto encaminhada, ele não descarta um possível retorno à TV: "Eu nunca vou fechar essa porta, é algo que eu sempre gostei e se surgir uma nova oportunidade, será necessário analisar em que momento da minha vida eu estou e sobre o que é o projeto. Mas é definitivamente uma parte importante da minha vida e que não pode ser esquecida".

"Essas Mulheres" substituirá "Bicho do Mato" na Record TV

Christine Fernandes, Mirian Freeland e Carla Regina são as protagonistas de "Essas Mulheres"
Divulgação: Record TV

Mais uma reprise está de volta à tela da Record TV. Trata-se de "Essas Mulheres", novela de 2005 escrita por Marcílio Moraes, Rosane Lima, Bosco Brasil e Cristianne Fridman, com direção de Fábio Junqueira, Flávio Colatrello e João Camargo. A notícia foi confirmada no último domingo, dia 24 de Junho, durante uma chamada comemorativa dos 65 anos da emissora.
Baseada nos romances “Senhora”, “Lucíola” e “Diva”, de José de Alencar, a trama está ambientada em 1880, final do século XIX, na cidade do Rio de Janeiro, seguindo a vida de três mulheres fortes e determinadas: Aurélia (Christine Fernandes), Lúcia (Carla Regina) e Mila (Mirian Freeland). Elas frequentam aulas de uma professora progressista que ensina francês e música à meninas da sociedade. Mila é rica, mas Aurélia e Maria da Glória têm as aulas pagas por caridade do banqueiro Artur Tavares do Amaral (Luis Carlos de Morais). Por obra do destino, a vida de cada uma toma um rumo diferente, mas elas continuam ligadas. Aurélia Camargo é pobre, deixada pelo noivo, Fernando Seixas (Gabriel Braga Nunes), que troca o amor verdadeiro por uma moça rica, Adelaide (Adriana Garambone), filha do banqueiro Amaral. Mas Aurélia enriquece e seu objetivo será vingar-se do homem que a humilhou, mas a quem ainda ama. Maria da Glória é uma jovem que, por doença na família, é obrigada a renunciar a sua pureza, tornando-se Lúcia, uma prostituta de luxo. Ela encanta Paulo Silva (João Vitti), mas o romance com o futuro diplomata é ameaçado pelo preconceito. Mila Duarte é filha de rico comerciante. Vive em conflito com a mãe, numa relação que esconde segredos familiares. Cai doente e o médico que a cura é um negro, Augusto (Alexandre Moreno), por quem acaba apaixonada.
Como curiosidade, "Essas Mulheres" já havia sido reprisada em 2007, mas foi retirada do ar no capítulo 17 por conta dos baixos índices de audiência.
"Essas Mulheres" volta ao ar em Julho, nas tardes da Record TV.

segunda-feira, 25 de junho de 2018

"A Terra Prometida" volta à tela da Record TV


Interessada em manter o horário das 19:45 com novelas, a Record TV confirmou a reprise de "A Terra Prometida".
Escrita por Renato Modesto, com direção de Alexandre Avancini, a novela protagonizada por Sidney Sampaio foi exibida originalmente entre 2016 e 2017, substituindo a primeira exibição de "Os Dez Mandamentos".
"A Terra Prometida" conta a história de Josué (Sidney Sampaio), o sucessor de Moisés na luta para guiar os hebreus em busca da tão sonhada terra prometida, contando com o apoio da exímia guerreira Aruna (Thaís Melchior). Juntos na missão, eles enfrentam a ira dos irmãos Samara (Paloma Bernardi) e Tobias (Raphael Viana). Aruna quer tirar a rival do caminho a todo custo, enquanto Josué deseja ser respeitado e prestigiado.
"A Terra Prometida" volta à tela da Record TV em Julho.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Mi marido tiene más familia - Novos Promocionais


Já estão no ar os novos promocionais de "Mi marido tiene más familia", a segunda temporada desta novela que foi grande sucesso em 2017, com Zuria Vega e Daniel Arenas nos personagens principais.
Gonzalo Vega Jr, Susana González, Carmen Salinas, Carlos Bracho e Arath de la Torre são alguns dos artistas que estarão nesta etapa.
"Mi marido tiene más familia" estreia no dia 9 de Julho, às 8 e meia da noite, substituindo "Tenías que ser tú", no Las Estrellas.



quinta-feira, 21 de junho de 2018

Aberturas de Novelas - Alborada (Televisa, 2005)

Pôster oficial da novela "Alborada"
Divulgação: Televisa

Em 2005, Carla Estrada produziu "Alborada" para a Televisa. Escrita por María Zaratini, a trama de época se passa no Panamá e no México colonial, alguns anos antes da Independência do México da Espanha.
Nesta história, Maria Hipólita Dias (Lucero) vive com sua avó, Dona Carlota, no povoado de Santa Rita, Panamá. Hipólita nasceu no México, mas quando ainda era pequena foi separada de sua mãe, Assunción (Olivia Bucio), e não sabe quem é seu pai.
Em troca de um bom dote, Carlota consegue arranjar o casamento de Hipólita com Antonio (Arturo Peniche), filho de Adelaida de Guzmán (Zully Montero).
Vários meses depois, Carlota morre sem saber que Antonio é impotente, que o casamento de Hipólita não se consumou e que Adelaida a trata com desprezo por ser filha ilegítima.
Adelaida, sabendo que Antonio somente herdará a fortuna de seu tio se tiver um filho, aproveita que seus serventes capturaram um foragido da justiça e o obriga a se passar por Antonio no escuro e ter relações sexuais com Hipólita, para engravidá-la.
O "criminoso" é Luís Manrique y Arellano (Fernando Colunga), um comerciante mexicano que chegou a Santa Rita para fechar um acordo a mando de seu primo Diego (Luis Roberto Guzmán), o Conde de Guevara, sem suspeitar que tudo não passava de uma cilada para matá-lo.
Sob a ameaça de ser entregue à justiça, Luis finge aceitar ter relações com Hipólita, com a intenção de fugir pela janela, mas sua ternura o seduz e eles acabam fazendo amor. Logo após o ocorrido, ele se arrepende, confessa a verdade e vai embora, sem que Hipólita saiba seu nome e tenha visto seu rosto. A única coisa que ela sabe é a origem mexicana do rapaz. 
Depois de algumas semanas, Hipólita descobre que está grávida do misterioso forasteiro. A criança é indispensável para despistar os rumores sore a sexualidade de Antonio, que não se importa em criar um filho que não seja seu.
Três anos depois, Hipólita foge de sua casa com seu pequeno filho Rafael, decidida a enfrentar todos para encontrar o pai de seu filho e obrigá-lo a dar um sobrenome a ele.
A viagem de Hipólita termina em Cuencas, onde Luis mora com a família, mas lá Assunción também mora com o marido, Francisco (Manuel Ojeda), e com a filha, Catalina (Irán Castillo). Chegando na cidade, Hipólita se reencontra com sua mãe e encontra sua irmã, mas também conhece Luis, que é casado com Esperanza de Corsa (Mariana Garza), que não conseguiu lhe dar um filho. 
A chegada de Hipolita dará lugar a um profundo amor entre Luis e ela, ainda que este amor seja impossível não somente por causa dos casamentos de ambos. Juana Arellano, a mãe de Luis, será outro grande obstáculo e guarda um terrível segredo há anos.
Satisfeita com o sucesso de "Amor Real" em 2013, Carla Estrada resolveu apostar em mais uma produção de época. Em "Alborada" a produtora não abriu mão de Fernando Colunga, que havia protagonizado sua novela anterior. Para a protagonista, Lucero foi a escolhida, começando aí, uma parceria de sucesso com Colunga, que se repetiu em trabalhos posteriores como "Amanhã é para Sempre" (2008) e "A Dona" (2010).
"Alborada" poderia ter sido uma ótima escolha, caso o SBT tivesse se interessado em exibi-la em sua programação. Hoje, 13 anos depois, é pouco provável que exista alguma chance, pois a emissora de Silvio Santos vem optando por novelas mexicanas produzidas a partir de 2008. Em 2015, foi noticiado que "Alborada" estava em estudo para ganhar um possível remake no SBT. No entanto, o projeto acabou não se concretizando. 
Na coluna desta semana, confira a abertura da novela. O tema principal, que leva o nome da história, é interpretado por Plácido Domingo.

terça-feira, 19 de junho de 2018

"Que pobres tão ricos" chega ao Brasil pelo SBT

Pôster oficial da novela "Que pobres tão ricos"
Divulgação: Televisa

Depois de muitas especulações, o SBT começa a divulgar a próxima novela da Televisa que irá substituir "Coração Indomável". Trata-se de "Que pobres tão ricos", uma história protagonizada por Zuria Vega e Jaime Camil.
"Que pobres tão ricos" foi produzida no México entre 2013 e 2014 por Rosy Ocampo ("Cúmplices de um Resgate", "Por ela sou Eva", "As tontas não vão ao céu", "A feia mais bela"). A novela é uma história de amor, romance, encontros, desencontros e um sem número de divertidas situações entre duas famílias que não tem nada em comum, mas que agora serão obrigadas a conviver na mesma casa. De um lado, os Ruizpalacios, milionários de linhagem, e do outro, os Menchaca, uma clássica família de bairro.
A estreia da novela está prevista para Julho. Confira o primeiro promocional e a abertura original da novela.


"Corazón Esmeralda" será exibida pela TV Aparecida

Pôster oficial de "Corazón Esmeralda"
Divulgação: Venevisión

Faltando alguns meses para o o final de "O Direito de Nascer", a TV Aparecida já decidiu qual trama será a substituta. Trata-se de "Corazón Esmeralda", novela venezuelana produzida em 2014 pela Venevisión. A informação é do site NaTelinha.
Escrita por Vivel Nouel, com roteiros de Zareth Romero, Juan Carlos Duque e José Manuel Espino, a produção é assinada por Romina Peña e Sandra Rioboo.
Inédita no Brasil, "Corazón Esmeralda" ressalta o interesse pela ecologia em prol da conservação do planeta, mas também nos traz uma história de amor com todos os ingredientes essenciais de um folhetim. A novela é protagonizada por Irene Esser e Luiz Gerónimo Abreu.

Logotipo em português da novela
Divulgação: TV Aparecida

Com o título traduzido para "Coração Esmeralda", a estreia está prevista para o dia 17 de Setembro, às 7 da noite, com reprise às 11 e meia da noite. Confira o trailer e a abertura original da novela.


segunda-feira, 18 de junho de 2018

Elenco de "Contracara" se reúne para anunciar o início das gravações

Michel Brown, Angelique Boyer e Alejandro Nones se reuniram 
para anunciar o início das gravações de "Contracara"
Foto: Twitter

Na última quinta-feira a produção de "Contracara", a nova série da Lemon Studios e W Studios para Televisa e Univisión, se reuniu para anunciar o início das gravações.
Depois de um breve período de descanso, Angelique Boyer volta à TV bastante empolgada com o novo projeto. Em sua conta pessoal, no Instagram, a atriz comentou sobre o encontro: "Deixe o show começar! Com este CLAQUETAÇO, iniciamos oficialmente as gravações. Agora sim! Quem quer ver Contracara? Que vontade marcar todos eles e começar a conhecê-los. Nessa reunião, senti todos com o coração nas mãos, prontos para formar o melhor time e criar essa história maravilhosa. Obrigada Leonardo Padrón pela carta. Você esteve ali em todos os momentos. Sucesso e bênçãos para todos".


Escrita por Leonardo Padrón, "Contracara" é uma história complexa de destinos que se cruzam no momento em que um magnata da mídia é assassinado no dia do seu casamento, ao mesmo tempo em que um assassino nos Estados Unidos é executado na cadeira elétrica. A alma do magnata é reencarnada no corpo do assassino e, por sua vez, a alma do assassino acaba no corpo de um professor de antropologia. Agora, todo homem não apenas terá que lidar com um novo corpo, mas também se adaptar a um novo espírito.
Michel Brown, Alejandro Nones, Claudia Martín, Macarena Achaga, Jessica Más, Bárbara López, são alguns nomes que formam o elenco da série. 
"Contracara" deve estrear no segundo semestre no México, pelo Las Estrellas, e nos Estados Unidos, pela Univisión.

domingo, 17 de junho de 2018

Novelas turcas podem estar com os dias contados na Band

Fatmagul", "Mil e Uma Noites", "Sila" e "Amor Proibido" 
são algumas das produções turcas exibidas pela Band
Foto: Reprodução

Sucesso de audiência pelo mundo, as novelas turcas podem estar com os dias contados no Brasil. De acordo com o jornalista Flávio Ricco, do UOL, corre nos corredores da Band a informação de que "Amor Proibido" será a última produção turca a ser exibida pela emissora, não tendo uma substituta. Por enquanto, não há nenhum comunicado oficial.
Caso a notícia se concretize, será uma decisão equivocada, pois entre os vários programas lançados sem sucesso na programação da Band, a exibição de novelas turcas mostrou-se um grande acerto. É preciso considerar que um público cativo começou a se formar em 2015, com a exibição de "Mil e Uma Noites", e pode aumentar com a escolha de novas histórias. 
O final de "Amor Proibido" está previsto para Julho.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Delia Fiallo, autora de "Esmeralda", afirma que o narcotráfico e a violência destruíram as telenovelas

Escritora cubana foi a responsável pelo sucesso de histórias como 
"Esmeralda", Kassandra", "Cristal", entre outras
Foto: Reprodução 

Prestes a completar 94 anos, no dia 4 de Julho, Delia Fiallo fez uma reflexão sobre a atual safra de novelas. Em entrevista concedida à Agência EFE, a escritora afirma que as novelas de hoje abandonaram a fórmula do romance, passando a usar a violência e o narcotráfico como artifícios principais para conquistar novas audiências, destruindo o gênero que a tornou conhecida mundialmente.
"O conteúdo de uma novela não é a droga, o sexo, a violência ou o espetáculo, mas sim, os sentimentos. [...] Tratando de ganhar o homem com esta temática, perderam a mulher, que era o sujeito idôneo da telenovela, que tinha direito de sonhar, de ter desejos, de ver algo romântico", acrescentou Fiallo.
Dedicada atualmente em transformar suas novelas mais famosas em livros, Delia considera negativo o fato de narcotraficantes serem convertidos em "heróis" nas diversas produções que estão sendo levadas às famílias e aos lares de todo o mundo.
Nascida em Cuba, Delia Fiallo estudou Letras e Filosofia. Em Havana, no ano de 1949, começou a escrever radionovelas. Quando precisou abandonar sua terra natal, mudou-se para Miami com seu marido e seus cinco filhos. Nas décadas de 70 e 80, seus maiores trabalhos seriam realizados na Venezuela, para as emissoras Venevisión e RCTV. "Esmeralda" (1970), "Peregrina" (1973), "Una muchacha llamada Milagros" (1973), "Leonela" (1983) e "Cristal" (1985) são apenas algumas das histórias da veterana escritora que ganharam o mundo.
Com o passar dos anos, suas novelas ganharam novas adaptações em vários países. Como exemplos destacamos: "Topacio" (Venezuela, 1985), "María de nadie" (Argentina, 1985), "Kassandra" (Venezuela, 1992), "Guadalupe" (EUA, 1993), "El Privilegio de Amar" (México, 1998), "Luz María" (Peru, 1998), "Rosalinda" (México, 1999), "Cristal" (Brasil, 2006), "Cuidado con el Ángel" (México, 2006), "Un refugio para el amor" (México, 2012), entre outras.
Delia também rebateu as críticas de feministas que rotulam suas novelas como superficiais e escapistas, pelo fato de sempre enfatizar a busca pelo amor. "O que é considerado o enredo mais frívolo de uma telenovela é a busca por seu par, o que é muito importante para a felicidade, porque disso depende se você será afortunada ou não na vida", insistiu a escritora.

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Aberturas de Novelas - Zacatillo, un lugar en tu corazón (Televisa, 2010)

Pôster oficial da novela "Zacatillo, un lugar en tu corazón"
Divulgação: Televisa

Em 2010, Lucero Suárez produziu "Zacatillo, un lugar en tu corazón" para a Televisa. Além da função de produtora executiva, Lucero escreveu a trama ao lado de Carmen Sepúlveda e Edwin Valencia, baseados no argumento original de Pedro Paulo Quintanilla.
Nesta história, Karla Abreu (Ingrid Martz) é uma cantora de sucesso e precisa dar um tempo em sua carreira. Para isso, ela informa seu desejo a sua empresária Miriam (Laura Zapata). Temendo que Karla descubra que ela vem lhe roubando grandes somas de dinheiro, Miriam arquiteta a morte da cantora. 
Por causa de um compromisso profissional, Karla viaja para uma pequena cidade chamada Zacatillo. Lá, alguns comparsas de Miriam estão prontos para executar o serviço. Karla é dada como morta, mas ela consegue se salvar da armadilha e descobre quem planejou sua morte. Para conseguir justiça, Karla passa a usar a identidade  de Sara Villegas (o nome de uma prima muito distante) e se esconde na pacata cidade.
Como ninguém suspeita e nem descobrem que Karla está viva, Sara passa quase desapercebida em Zacatillo. No entanto, ela se reencontra com Gabriel Zárate (Jorge Aravena), um jovem que a conheceu quando era Karla em sua primeira visita à cidade. Gabriel fica confuso pois se apaixonou por Karla e não suspeita de que as duas são a mesma pessoa.
Os problemas aumentam quando Adriana (Carmen Becerra), que sempre esteve apaixonada por Gabriel e esperou anos para ser correspondida, começa a tramar um plano para separar o casal. Enquanto isso, Miriam e seu amante Fernando Gálvez (Mike Biaggio) começam a gravar um filme biográfico de Karla em Zacatillo, mas distorcendo a realidade e retratando a artista como uma pessoa ambiciosa, fútil e excêntrica.
Em Zacatillo tudo acontece. Como exemplos, há o caso da ex-vedete que se tornou primeira dama da cidade, a solteirona que tem um stripper sequestrado em sua casa, o machão que só recebe ordens da esposa ou a mulher que coloca chifres no namorado e está na boca do povo. 
"Zacatillo" apostou em personagens cativantes, no bom humor e na simplicidade, resultando em uma história divertida e bem contada. Por ora, a novela está engavetada no SBT, devidamente dublada desde 2016, quando estava praticamente certa para substituir "Mar de Amor". Se a novela terá uma oportunidade no Brasil, só o tempo irá dizer.
Na coluna desta semana, confira a abertura da novela. O tema principal, intitulado Hasta Mi Ultimo Día, é interpretado pela La Banda Original El Limón.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

"Kaleerein": A cena de novela que você jamais pensou em ver

Cena da novela viralizou na rede
Foto: Reprodução

Nesta semana, um fato curioso agitou as Redes Sociais. Uma cena de novela vem sendo compartilhada e comentada em diversos sites e páginas. Somente em três dias, o vídeo postado em uma única página teve mais de 200 mil visualizações, mais de 3 mil compartilhamentos e uma enxurrada de comentários. Não é nenhuma novela da Globo, do SBT, da Televisa, da Telemundo ou de qualquer outra emissora da América Latina. A cena vem de uma novela da Índia (Sim, na Índia também se produz novelas, além dos famosos filmes de Bollywood). Mas do que se trata a cena? Que novela é essa? Calma, vamos por partes. 

Aditi Sharma é a protagonista de "Kaleerein"
Divulgação: Zee TV

De acordo com a sinopse da novela "Kaleerein", atualmente em exibição na TV Indiana, Meera Dhingra (Aditi Sharma) é uma indiana independente e que não deseja ser "preparada" para seu futuro marido. Ela acredita que uma mulher perde seus traços naturais ao se matricular em uma escola de preparação. Dolly (Jaswinder Gardner), sua mãe, pressiona para que a jovem se case logo e se transforme na esposa ideal, satisfazendo assim, o desejo de ver a filha casada depois de vê-la rejeitar inúmeras propostas. Dolly acredita que Meera somente será aceita socialmente quando ela ingressar na Academia Soni Kudi. No entanto, Meera é fortemente contra a ideia e acredita que ela só deve se casar com alguém que ama e que a aceite do jeito que ela é.
Em meio a esta busca pelo homem perfeito, Meera conhece Vivaan Kapoor (Arjit Taneja) quando vai ao encontro de sua amiga de infância para um pedido de casamento. Vivaan é um magnata de negócios e um NRI (Non-Resident Indian: indiano que mora em outro país) de Londres. Seu comportamento arrogante, egoísta e duvidoso entra em atrito com a personalidade irrequieta de Meera. 
Vivaan voltou para a Índia por causa de sua irmã, Amaya Kapoor, (Nisha Neha Nayak). Os dois procuram a mãe, que desapareceu há muitos anos. Embora ele tenha ressentimento por sua mãe biológica, Vivaan deseja conhecê-la. 
Vivaan acredita que ao se casar, ele quer ter a vida perfeita ao lado de sua parceira, enquanto Meera deseja que seu parceiro de vida ame e compreenda suas imperfeições. 
Depois de muitos problemas, Meera e Vivaan conseguem se casar, mas o calvário da protagonista não acaba por aí, pois Roma Kapoor (Shilpa Sakhlani), a madrasta de Vivaan, promete fazer a vida de Meera um inferno.

Meera (Aditi Sharma) e Vivaan (Arjit Taneja)
Divulgação: Zee TV

A cena em questão foi feita pra fazer o telespectador "voar". Esqueça as leis da física e também, a lógica dos acontecimentos, pois tratando-se de televisão, tudo pode ser possível e até absurdo. Está faltando drama em sua vida? Então não deixe de ver isso.
Em um momento decisivo da trama, a protagonista Meera é vítima de uma armadilha preparada pela maléfica Roma. A jovem escorrega nas pérolas deixadas propositalmente nos degraus da escada e a partir daí, começa uma corrida contra o tempo: ela cai ou sai ilesa?
A edição e os personagens envolvidos dão todo o tom do drama para que o telespectador tenha praticamente um AVC em frente à TV, mas o melhor ainda está por vir. O que deveria durar pouco tempo, resulta em uma sequência de fazer inveja ao The Flash, Superman ou qualquer outro super-herói dos quadrinhos, pois o galã da trama consegue, em frações de segundos, salvar a mocinha. Mesmo sendo sendo uma sequência surreal, improvável e até hilária, a TV consegue proporcionar momentos como este, ainda mais se for na Índia.

Créditos: Zee TV

Mi marido tiene más familia - Primeiro Promocional


"Depois de uma grande perda, só nos resta começar de novo". Com esta mensagem, foi dada a largada para a promoção de "Mi marido tiene más familia", a segunda temporada desta novela que foi grande sucesso em 2017, com Zuria Vega e Daniel Arenas nos personagens principais.
Nesta fase, o produtor Juan Osorio promete grandes novidades, além de novos integrantes. Gonzalo Vega Jr, Susana González, Carmen Salinas, Carlos Bracho e Arath de la Torre são alguns dos artistas que estarão na trama.
"Mi marido tiene más familia" estreia no dia 9 de Julho, às 8 e meia da noite, substituindo "Tenías que ser tú", no Las Estrellas.

segunda-feira, 11 de junho de 2018

"La Bella Y Las Bestias" estreia nos Estados Unidos, pela Univisión

Pôster oficial de "La Bella Y Las Bestias"
Divulgação: W Studios / Univisión

Com o final da novela "Papá a toda madre" nos Estados Unidos, a Univisión anuncia a estreia de "La Bella Y Las Bestias" (Em português: "A Bela e as Feras"), mudando momentaneamente o perfil de histórias exibidas na faixa das 21 horas: sai uma novela familiar e entra uma série de vingança e ação.
A trama gira em torno de Isabela (Esmeralda Pimentel), uma mulher que perdeu seus pais assassinados, quando era pequena. Com o passar dos anos, ela se torna uma bela mulher empoderada, com habilidades em artes marciais e com um enorme desejo de punir os responsáveis ​​pela morte de seus pais, a quem ela decidiu chamar de feras.
No elenco, Osvaldo Benavides, Aylín Mujica, Arturo Barba, Macarena Achaga, Jorge Alberti, Lorena Meritano, entre outros.
"La Bella Y Las Bestias" é uma produção da Lemon Films e W Studios, com previsão de 80 episódios. Escrita por Juan Camilo Ferrand, a série é dirigida por Poncho Pineda e Rolando Ocampo, com produção geral de Jorge Sastoque Roa. A estreia está marcada para a amanhã, dia 12 de Junho, às 9 da noite, pela Univisión.

domingo, 10 de junho de 2018

Fique por dentro da história de "La jefa del campeón"

Pôster oficial da novela "La jefa del campeón"
Divulgação: Televisa

Esta é a história de Tita Menchaca (África Zavala) e de seu filho Rey (Enrique Arrison), que decidem sair de sua cidade para buscar uma vida melhor. A generosidade e o amor de Tita não têm limites, uma vez que ela também passa a cuidar de Fabiola (Alejandra Robles Gil), sua enteada, a quem ela assume como filha. Ao descobrir que Waldo (Alberto Agnesi), seu marido, está envolvido em negócios ilegais, Tita decide deixá-lo e proteger seus filhos.
Ela é a mãe clássica compreensiva e entusiasta, que sempre incentiva seus filhos a lutar por seus sonhos. Rey deseja se tornar um jogador de futebol e sua mãe estará ao seu lado, em todos os momentos de sua vida, para que ele possa alcançar seu objetivo. Viverá com ele seus sucessos e fracassos e sempre irá encorajá-lo a não abandonar seus sonhos e seguir em frente.
No caminho, Tita conhecerá um homem que irá ajudá-la a superar todas as dificuldades. Daniel "La bomba" Rodríguez (Carlos Ferro) foi um jogador de futebol de sucesso no passado e por circunstâncias da vida, abandonou sua carreira, mergulhando em uma profunda depressão. O talento e a experiência de Daniel serão grandes conselheiros para que Tita se torne a "Mãe do Campeão".
Anos depois, Rey se torna um jogador de futebol profissional e recebe o número 10 da equipe, passando a jogar em um time da primeira divisão. Sua mãe é a torcedora mais orgulhosa do mundo, por ver seu filho triunfar nos gramados.

sexta-feira, 8 de junho de 2018

"La Reina del Flow" é a nova novela do Canal Caracol

Carolina Ramírez é a protagonista de "La Reina del Flow"
Divulgação: Caracol Televisión

A partir da próxima semana, o Canal Caracol estreia sua próxima novela. Protagonizada por Carolina Ramírez, “La Reina del Flow" promete boas doses de ação e romance, além de muita música.
Ambientada no universo musical do Reggaeton, a trama gira em torno de Yeimy Montoya (Carolina Ramírez), uma jovem talentosa que paga uma sentença injusta em uma prisão de Nova York, depois de ter sido enganada pela pessoa em quem mais confiava. Seu único desejo é sair e vingar-se de todos aqueles que acabaram com sua vida e sua família.
Carlos Torres, Andrés Sandoval, María José Vargas, Guillermo Blanco, Mabel Moreno e Lucho Velasco são alguns outros nomes que formam parte do elenco da novela.
Com previsão de 72 capítulos, "La Reina del Flow" é uma produção da Sony Pictures e Teleset. Sua estreia na Colômbia está prevista para a próxima terça-feira, dia 12 de Junho, às 9 da noite.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Aberturas de Novelas - Samantha (Venevisión, 1998)


Em 1998, Arnaldo Limasnsky produziu "Samantha" para a emissora Venevisión, na Venezuela. Escrita por Vivel Nouel, a novela foi dirigida pelo brasileiro Cláudio Callao. "Samantha" marcou a estreia de Alicia Machado, Miss Universo 1996, na dramaturgia local. Já alçada ao posto de protagonista, Alicia dividiu os créditos com o ator colombiano, e também cantor, Alejandro Martínez. 
Nesta história, Samantha (Alicia Machado) é uma jovem camponesa que vive e trabalha na fazenda de Valdemar Rincón (Gustavo Rodríguez). Certo dia, enquanto buscava seu cavalo pela propriedade, Samantha encontra os destroços de um pequeno avião e imediatamente vai até o lugar do acidente. Lá, encontra Luis Alberto (Alejandro Martínez), que está muito machucado e praticamente inconsciente.
Devido ao impacto causado pela queda do avião, Luis Alberto perde a memória e fica impedido de contar para Samantha e Rincón a sua verdadeira identidade. Todos na cidade acreditam que o acidentado seja apenas um piloto, empregado da poderosa empresa "Aranguren Corporation", e não o dono.
Apaixonada por um desconhecido, Samantha somente se interessa em cuidar daquele homem que lhe despertou um novo sentimento. Com o trato do dia a dia, ela passa a ser correspondida.
Tudo vai bem, até que Luis Alberto é levado para a capital e recupera boa parte da memória, apagando tudo o que aconteceu em sua vida após o acidente, inclusive seu amor por Samantha. Quando volta para casa, ele descobre que sua mulher, doente há cinco anos, faleceu. Todos acreditam que ela morreu por causa da doença, mas, na verdade, foi assassinada por sua melhor amiga, Betzaida (Milena Santander), que nutre um amor secreto por Luis Alberto e tenta conquistá-lo a qualquer custo.
Ao saber da fortuna de Luis Alberto, Raíza (Nohelí Arteaga), a filha do fazendeiro Valdemar Rincón, também passa a se aproximar do rapaz. Mas será um destes encontros que vai despertar a memória de Luis Alberto, fazendo com que ele se lembre de Samantha.
Depois de tantos impedimentos, Samantha e Luis Alberto se casam. No entanto, os problemas estão longe de acabar. Samantha terá alguns obstáculos pela frente, representados por Betzaida, Raíza e a filha adolescente de Luis Alberto, Anabella (Daniela Bascopé), que se sente traída por seu pai ter se casado após a morte de sua mãe. 
"Samantha" foi exibida no Brasil pela Record TV em 2001. Observando a boa fase do SBT com as novelas da Televisa, a emissora dos bispos também resolveu investir em novelas estrangeiras. Na época, a emissora exibia a novela "Roda da Vida" e desejava abrir um segundo horário de novelas nacionais. A aposta por tramas latinas era uma estratégia para esquentar o novo horário para futuras produções e fidelizar um público que já prestigiava as novelas do canal. No entanto, na prática, os dois horários foram cancelados com o final das duas tramas. "Samantha" não foi um grande sucesso, mas teve um público cativo durante toda a sua exibição. 
Na coluna desta semana, veja a abertura original da novela, que nunca foi exibida na Record, que optou por fazer sua própria abertura. O protagonista Alejandro Martínez é quem interpreta o tema principal, que leva o nome da novela.

terça-feira, 5 de junho de 2018

Dudu Azevedo participará do final de "Apocalipse"

Dudu Azevedo terá participação importante em "Apocalipse" como Jesus
Foto: Divulgação / Record TV

Faltando algumas semanas para a estreia da novela "Jesus", o telespectador poderá ver o personagem título da próxima novela bíblica da Record TV no último capítulo de "Apocalipse". 
De acordo com a jornalista Patrícia Kogut, do O Globo, Jesus Cristo aparecerá no final da atual novela bíblica para salvar um grupo de aproximadamente 144 mil pessoas. O ator Dudu Azevedo já gravou sua participação em "Apocalipse", cuja produção se encerra ainda nesta semana.
Se nada mudar, "Jesus" deve estrear no dia 17 de Julho. A trama é escrita por Paula Richard, com direção geral de Edgard Miranda.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

"Lia" estreia em Junho na Record TV

"Lia" é a nova minissérie da Record TV
Foto: Reprodução

Faltando poucos capítulos para o final de "Apocalipse", a Record TV começa a divulgação de sua próxima história bíblica. Em formato de minissérie, "Lia" será exibida nas próximas semanas de Junho. Na bíblia, a história de Lia está registrada no Livro Gênesis (29-49).
De acordo com os relatos bíblicos, Jacó foi para Harã para fugir da cólera de Esaú. Chegando lá, ficou hospedado na casa de seu tio, Labão, e conheceu sua prima Raquel, por quem logo se apaixonou. 
Pretendendo se casar com Raquel, ele firmou um acordo com Labão para viabilizar o casamento. Ficou acordado que Jacó trabalharia para Labão durante um período de sete anos. No fim desse período, ele receberia o direito de se casar com Raquel.
Mas depois dos sete anos de trabalho, Labão armou um plano no qual Jacó acabou se casando, pensando piamente que sua esposa seria Raquel. Apenas na manhã seguinte ao dia do casamento Jacó percebeu que havia passado a noite com Lia, a irmã mais velha da Raquel.
No elenco, Bruna Pazinato, Felipe Cardoso, Graziela Schmitt, Susana Alves, Theo Becker, entre outros.
Com previsão de 12 capítulos, "Lia" é uma história de Paula Richard e contará com a direção de Juan Pablo Pires.