Notícias

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Aberturas de Novelas - La Diva (Caracol, 2006)


Na Colômbia são produzidas muitas novelas cômicas e hoje trazemos em nossa coluna "La Diva", uma comédia pra lá de rasgada. Escrita por Jorg Hiller, Claudia Sánchez, Héctor Rodríguez e Rafael Rojas, foi uma novela produzida em 2006 pela Caracol Televisión, trazendo Lorna Paz (a Patricia Fernández de "Betty, a Feia") e Javier Gómez como protagonistas.
"La Diva" conta a história de Victoria Domínguez (Lorna Paz), uma atriz consagrada e cantora de baladas de sucesso, que volta ao seu país depois de um boa temporada nos Estados Unidos, onde não conseguiu trunfar como artista. Ao voltar, ela percebe que o público a esqueceu e uma nova artista ocupa seu lugar. Nicole (Carla Giraldo) é uma jovem de dezoito anos, que ganhou um reality show e gravou um hit ao ritmo do reguetón chamado Te Corrí la Silla, ganhando ampla exposição na mídia. Para piorar a situação de Victoria, o imposto nacional faz o embargo de tudo o que ela possui. 
Além de recuperar o sucesso perdido, Victoria deseja reconquistar Abel (Javier Gómez), seu ex-marido e o grande amor de sua vida e reconstruir sua vida familiar com seus filhos gêmeos Verano e Otoño (Álex Gil). O que Vicky não sabia é que Abel vai se casar com Natalia (Carolina Acevedo), uma mulher quinze anos mais jovem e perfeita em todos os sentidos. No entanto, ela jura que vai recuperar a família que tanto ama, e também vai retomar sua carreira fracassada. Para isso, terá que destronar Nicole, uma mulher que não tem medo de jogar sujo e que será sua pior inimiga. A estrada é difícil, mas Victoria está determinada a provar que uma mulher com mais de quarenta anos pode ter tudo: uma família, um homem para amar e também manter a sua posição como a única e incomparável. Enfim, uma Diva.
"La Diva" tinha uma proposta bem interessante, mas infelizmente o produto não vingou. Em seu país de origem, a trama foi retirada do ar pela metade por baixa audiência. A novela não tem uma grande produção, tendo cenários simples, figurinos de gosto duvidoso e uma produção de arte pouco apurada. Para se ter uma ideia, o cachorro que acompanhava Victoria em algumas cenas era nitidamente de pelúcia, mas ainda assim as cenas foram gravadas e levadas ao ar. Ainda que fosse uma excentricidade da personagem, um cachorro real teria mais lógica.
Com relação a sua abertura, temos uma excelente ideia, ainda que não executada 100% com perfeição. Na sequência são exibidos dez cenários e em cada um deles acompanhamos um momento da vida de Victoria, desde o sucesso até sua substituição por Nicole. Na edição, as cenas foram unidas, formando uma espécie de carrossel. Em alguns trechos, podemos observar que parte do estúdio de gravação acaba vazando nas laterais, o que compromete a qualidade do produto final. Mesmo não sendo uma montagem perfeita, não deixa de ser uma abertura original, divertida e irreverente. Este vídeo é um dos pouquíssimos que se encontram na rede, disponível no canal da emissora Caracol, com o trailer da novela. Confira!

0 comentários:

Postar um comentário