Notícias

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Aberturas de Novelas - Libre para Amarte (Televisa, 2013)

Pôster oficial de "Libre para Amarte"
Divulgação: Televisa

Em 2013, Emilio Larrosa produziu "Libre para Amarte" para a Televisa. A novela é uma versão do seriado colombiano "Los Canarios", produzido em 2011 pela Caracol Televisión. Gloria Trevi, Eduardo Santamarina e Gabriel Soto foram os protagonistas desta trama.
"Libre para Amarte" conta a história da batalhadora Aurora Valencia (Gloria Trevi), uma jovem que enfrenta desafios e dificuldades com força e determinação. Há muito tempo, ela mantém uma relação amorosa Ramón Sotomayor (Eduardo Santamarina) e vive com seu pai, Virgilio (Luis Bayardo) e com Blanquita (Miranda Cid). Ela ganha a vida como taxista e trabalha também como professora em uma academia.
Enrique (Gabriel Soto) volta ao México, depois de se formar em Economia, na cidade de Londres. Ao abordar um táxi, o rapaz conhece Aurora. Pouco a pouco vai surgindo uma atração entre eles, mas para esse amor se concretizar o casal enfrenta algumas barreiras: Ramón, o namorado de Aurora, e Romina (Luz Elena González), uma jovem de sociedade muito caprichosa, noiva de Enrique.
A novela causou grande expectativa por causa da presença da cantora Gloria Trevi, mas com sua estreia, tudo foi por água abaixo. "Libre para Amarte" tinha uma ótima estampa, mas resultou ser uma grande sucessão de erros. A trama tem o título da pior audiência da faixa das 20 horas nos últimos anos, além de ter enfrentado duras críticas do público e da imprensa especializada.
Na ocasião, muitas notícias foram veiculadas sobre os bastidores da novela. Gloria Trevi teria feito várias exigências para participar da trama (e nem atriz ela é) entre as quais estavam um salário exorbitante, um helicóptero para chegar aos estúdios da Televisa, não fazer cenas de beijo com os atores da novela, guarda-costas, estúdios trancados enquanto ela estivesse gravando, entre outras. Nem precisa dizer que os bastidores foram tumultuados. As notícias pipocavam na rede e o desempenho da novela ia de mal a pior.
O resultado do desastre pode ser visto até na abertura. Tecnicamente falando, a ideia é boa, mas foi mal executada e finalizada de forma amadora. Os gráficos da cidade por onde o táxi passa são ótimos, mas as cenas gravadas na "selva" artificial são de chorar. A novela teve várias aberturas no decorrer de sua exibição. A escolhida para ilustrar a coluna desta semana foi versão menos ruim e a que teria chances de ficar melhor se tivessem feitos alguns ajustes.
O tema principal da trama intitulado Libre para Amarte também é interpretado por Gloria Trevi. Confira a abertura.

0 comentários:

Postar um comentário