Notícias

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Especial: Novelas mexicanas e seus remakes filipinos

Na semana passada falamos sobre a estreia do segundo remake de "Marimar" nas Filipinas. Em uma pesquisa maior, descobrimos outros títulos da Televisa que foram adaptados por lá e que fizeram muito sucesso. Confira alguns deles:

Marimar (2007)


A primeira versão realizada nas Filipinas foi uma co-produção da GMA Network e da Televisa protagonizada por Marian Rivera e Dingdong Dantes. Contou com 155 capítulos e ganhou quatro especiais. Veja abaixo, a abertura da novela.


Rosalinda (2009)


A nova versão de "Rosalinda" foi produzida pela GMA Network e teve como protagonistas Carla Abellana e Geoff Eigenmann. Foi exibida em 105 capítulos no ano de 2009. Confira abaixo, um promocional da novela.


Rubí (2010)


A eterna descarada também ganhou uma versão filipina, que desta vez, foi produzida pela ABS-CBN. Esta versão teve algumas mudanças bem curiosas: Vivian, a mãe de Rubí, não teve escolha ao dar sua filha para adoção, pois passou alguns anos na prisão. A menina tinha uma cicatriz avermelhada em seu corpo. Ao conquistar a liberdade, Vivian começa a procurar sua filha. Rubí teve uma infância sofrida e muito carente de bens materiais, situações que contribuíram para tornar-se uma mulher ambiciosa. Angelica Panganiban protagonizou a trama ao lado de Jake Cuenca, Shaina Mangdayo e Diether Ocampo. Sua exibição foi realizada em 128 capítulos. Veja abaixo, o trailer da novela.


María la del Barrio (2011)


Em 2011, foi a vez de "María la del Barrio" ganhar uma versão filipina. Também produzida pela ABS-CBN, foi protagonizada por Erich Gonzales e Echong Dee. A trama foi exibida em 145 capítulos. Confira um promocional da novela.


María Mercedes (2013)


Em 2013, "María Mercedes" foi adaptada nas Filipinas. Jessy Mendiola, Jake Cuenca e Jason Abalos foram os protagonistas. De todos os remakes já realizados, este foi o mais curto, contou com apenas 80 capítulos. A novela foi produzida pela ABS-CBN. Veja o videoclipe realizado para a produção.

0 comentários:

Postar um comentário