"Amar Depois De Amar" estreia em Portugal pela TVI

Novela é adaptação da argentina "Amar Después De Amar".

"Ouro Verde" é a nova novela da Band

Novela portuguesa foi vencedora do Emmy Internacional em 2018.

Juntos, el corazón no se equivoca - Primeiros Promocionais

Trama é uma Spin-off protagonizada pelo casal Aristemo, personagens da novela "Mi marido tiene más familia".

Aberturas de Novelas: María José (Televisa, 1995)

Novela foi exibida no Brasil, pela CNT em 1997.

Edith González morre aos 54 anos.

Atriz sempre foi uma figuras mais importantes do espetáculo mexicano.

Notícias

terça-feira, 30 de junho de 2015

Trilhas de Novelas - Por amarte (Marisol)


Em 1996, a Televisa produziu a novela "Marisol". A adaptação de Marcia del Río e Alberto Gómez do original de Inés Rodena contava a história de Marisol (Erika Buenfil), uma jovem que trabalhava como vendedora de flores para pagar os gastos com os remédios de sua mãe Sofía (Irma Lozano). Carregava no rosto uma cicatriz desde criança quando sofreu um acidente ao tropeçar em um espelho. Poucos sabem disto, pois Marisol a esconde com uma mecha de seus cabelos.
Antes de morrer, sua mãe lhe revela que elas pertencem a uma família endinheirada. Marisol imagina que sua mãe esteja delirando e não a leva em consideração. No dia do velório de sua mãe, Marisol conhece José Andrés (Eduardo Santamarina), o homem que seria o grande amor de sua vida e o principal responsável por aproximá-la de seu avô, o milionário Alonso Garcés del Vale (Aarón Hernán).
Ao saber da verdadeira origem de Marisol, várias pessoas tentarão tirar proveito da situação, entre elas: seu namorado Mario (Sergio Basañez); Amparo (Claudia Islas), mãe de José Andrés e Sulema (Pilar Montenegro), amante de Mario.
Nesta época, o jovem cantor Enrique Iglesias gravava seu primeiro álbum pela Fonovisa, que vendeu mais de 3 milhões de cópias na primeira semana, além de lhe garantir o prêmio Grammy como "Melhor performance pop latina". Deste trabalho, várias músicas figuraram nas paradas de sucesso, entre elas, Por Amarte, que foi a escolhida para ser o tema principal da novela. Relembre nesta apresentação de Enrique Iglesias em um programa de TV.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

A que no me dejas - Primeiro Promocional

Pôster oficial de "A que no me dejas"
Divulgação: Televisa

A Televisa começa a promover sua nova novela das 7. Inicialmente batizada como "El lenguaje del amor", passou a se chamar "A que no me dejas". Camila Sodi e Osvaldo Benavides formam o casal central desta história que é uma nova versão de "Amor en Silencio", sucesso da década de 80. A nova produção de Carlos Moreno terá a adaptação de Martha Carrillo e Cristina Garcia. Sua estréia está prevista para o dia 27 de Julho.

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Galeria do Artista - José Mayer


José Mayer Drumond nasceu em 3 de Outubro de 1949 no município de Jaguaraçu, em Minas Gerais. Filho de um enfermeiro e de uma cabeleireira, ingressou no curso de Letras da Faculdade de Filosofia de Belo Horizonte em 1968.
Em 1972 começou a dirigir o Teatro Senac de Minas Gerais. Lá adquiriu experiência como produtor, diretor, ator e cenógrafo.
Sua estréia na TV foi em 1980 em um episódio do seriado "Carga Pesada". Em 1982 ganhou um dos papéis principais da minissérie "Bandidos da Falange" e em 1983 interpretou seu primeiro galã em "Guerra dos Sexos". Estes dois papéis lhe renderam o prêmio de Ator Revelação da APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte).
Entre papéis em filmes, séries e novelas, José Mayer ganhou um título: o de "ator pegador", devido ao sucesso de seus personagens com as mulheres, que na maioria das vezes, se envolvia com as personagens principais.
Depois de muitos anos de carreira, José Mayer encarou um grande desafio na TV. Na novela "Império" ele interpretou Cláudio Bolgari. Dono de um restaurante e casado com Beatriz (Suzy Rêgo). Mantinha as escondidas um relacionamento homossexual com Leonardo (Klebber Toledo). O papel deu o que falar, ainda mais por sua fama de "garanhão das novelas". Sem importar com as críticas, Mayer se saiu muito bem. Veja abaixo os trabalhos mais importantes de sua carreira na TV.

2014 - Império (Cláudio Bolgari)
2013 - Saramandaia (Zico Rosado)
2011 - Fina Estampa (José Pereira / Pereirinha)
2009 - Viver a Vida (Marcos Ribeiro)
2008 - A Favorita (Augusto César Rodrigues)
2006 - Páginas da Vida (Gregório Rodrigues Lobo / Greg)
2004 - Senhora do Destino (Dirceu de Castro)
2003 - Mulheres Apaixonadas (César Andrade de Melo)
2002 - Esperança (Martino)
2001 - Presença de Anita (Fernando Reis)
2000 - Laços de Família (Pedro Marcondes Mendes)
1998 - Meu Bem Querer (Martinho Amoedo)
1997 - A indomada (Teobaldo Faruk)
1995 - História de Amor (César Alberto Moretti)
1994 - Pátria Minha (Pedro Fonseca)
1993 - Agosto (Comissário Alberto Matos)
1992 - De Corpo e Alma (Caíque)
1991 - Meu Bem, Meu Mal (Ricardo Miranda)
1989 - Tieta (Osnar)
1988 - Fera Radical (Fernando Flores)
1988 - O Pagador de Promessas (Zé do Burro)
1986 - Selva de Pedra (Caio)
1986 - Hipertensão (Raul Galvão)
1985 - A gata comeu (Edson)
1984 - Partido Alto (Piscina)
1983 - Guerra dos Sexos (Ulisses da Silva)
1983 - Bandidos da Falange (Jorge Fernando)

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Aberturas de Novelas - Rainha da Sucata (Globo - 1990)


Produzida em 1990, a novela "Rainha da Sucata" foi a primeira história que Silvio de Abreu escreveu para o horário nobre na Rede Globo. Narrava a história de Maria do Carmo (Regina Duarte), uma mulher que enriqueceu com os negócios do pai, que era vendedor de ferro velho. Apesar da nova condição social, Maria do Carmo sempre fez questão de manter suas raízes humildes. Apaixonada poe Edu Figueroa (Tony Ramos), que a humilhara na juventude, lhe propõe casamento para ajudar sua família, que está a beira da falência.
Ao aceitar a proposta, Maria do Carmo vai morar na mansão dos Figueroa, no bairro dos Jardins e encontra um grande obstáculo pela frente. Laurinha Figueroa (Glória Menezes), a madrasta de Edu, é obcecada pelo enteado e faz de tudo para prejudicá-la.
Na ocasião, a lambada era febre no Brasil. O hit escolhido como tema principal da novela foi Me chama que eu vou, interpretado por Sidney Magal. Na abertura, foram usados vários objetos para montar uma boneca de sucata. Dançando com os bailarinos, ela ganhava vida própria. Relembre mais um sucesso da TV.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

"Sagrada Família" é o título de futura novela das 9 na Globo.

Logotipo provisório de "Sagrada Família"
Foto: Divulgação

Ainda nem entraram no ar as primeiras chamadas de divulgação da próxima novela das 9 "A Regra do Jogo" e já estão falando em sua substituta. Trata-se de "Sagrada Família", trama que será escrita por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Estreantes no horário nobre, fizeram uma boa parceria em 2013, na novela "Sangue Bom". Ainda não há maiores detalhes sobre a história. O que foi divulgado até o momento é que sua estréia está prevista somente para Março de 2016. 
Alguns atores já estão reservados para a nova produção como: Claudia Raia, Marcello Antony, Reynaldo Gianecchini, Domingos Montagner, Vladimir Brichta, Malu Mader, Grazi Massafera, Otávio Augusto, Claudia Abreu, Vera Holtz, Humberto Carrão, Isabella Santoni, Luisa Arraes e Arianne Botelho. De acordo com o site NaTelinha, foi divulgado recentemente o lototipo da novela. Como ainda falta muito tempo para a estréia, ele pode sofrer mudanças. A direção de núcleo será de Denise Saraceni.

terça-feira, 23 de junho de 2015

Trilhas de Novelas - Vivo Por Ella (Vivo por Elena)


Em 1998, Juan Osorio Ortiz produziu para a Televisa um grande sucesso. "Vivo por Elena" foi protagonizada por Victoria Ruffo e Saúl Lisazo. A novela foi uma adaptação da novela "Señorita Elena", escrita por Delia Fiallo. A história girava em torno de Elena Carvajal (Victoria Ruffo) e Juan Alberto Montiel (Saúl Lisazo), que tinham grandes problemas em suas vidas.
Elena levava uma vida com dificuldades, mas com a ajuda de sua irmã Consuelo (Cecilia Gabriela), conseguiu pagar seus estudos na universidade. Seu namorado Ernesto (Sebastián Ligarde) é um homem que finge ser bom para ela, mas na verdade não a quer para um compromisso, apenas para um caso. Ao ser dopada e humilhada por ele, Elena põe um fim no relacionamento e decide não se envolver com mais ninguém. 
Do outro lado, Juan Alberto é um juiz de grande prestígio. Por estar sempre envolvido com seu trabalho, acaba ficando muito ausente em sua casa. Isso motivou sua esposa Silvia (Ana Patricia Rojo) a buscar um amante. Quando a verdade vem à tona, Juan Aberto a expulsa de casa. Silvia viaja para o exterior e abandona seu filho Juanito (Imanol Landeta). A decepção com seu casamento faz com que Juan Alberto se refugie ainda mais em seu trabalho. Com o passar do tempo Juanito torna-se um menino caprichoso e malcriado. 
Aconselhado por seu amigo Adolfo (Sergio Catalán), Juan Alberto contrata Elena como tutora pessoal para Juanito. Com carinho, Elena conquista o menino e torna-se uma mãe para ele. Juan também não fica indiferente, sentindo-se atraído por Elena. Quando os dois assumem o que sentem, as coisas começam a se complicar. Silvia reaparece para reconquistar Juan Alberto e Ernesto também decide recuperar o amor de Elena. 
Para uma história de tanto êxito, foi escolhida uma música extremamente marcante. O grande tenor Andrea Bocelli e a cantora espanhola Marta Sánchez gravam uma versão em espanhol do sucesso Vivo per Lei, que se tornou Vivo por Ella. É incrível como boas músicas não envelhecem com o passar dos anos. Esta música é um dos grandes sucessos da carreira deste grande tenor italiano. Reviva mais um grande sucesso da TV neste videoclipe.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

¡Azúcar! Vida de Celia Cruz é transformada em novela

Celia Cruz. A Rainha da Salsa

Em breve, uma nova novela irá nos supreender. Trata-se de "Celia", uma produção da FoxTelecolombia em parceria com a RCN que trará uma história baseada na vida da cantora cubana Celia Cruz, a rainha da salsa falecida há 12 anos. Em 80 capítulos de 60 minutos serão mostrados os passos de Celia, desde a sua infância no meio da Revolução Cubana, sua adolescência e seu início no meio musical até se tornar uma das cantoras mais importantes da história da música hispana, fazendo da salsa, um gênero musical reverenciado no mundo.
A atriz Jeimy Osorio terá a missão de encarnar esse personagem tão importante e mostrar todo seu talento. As emissoras RCN (Colombia) e Telemundo (EUA) serão as primeiras TVs a transmitir esta novela. Ainda não há data de estréia divulgada, mas um teaser da trama já circula pela internet. Confira as primeiras imagens.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Maite Perroni apresenta o trailer oficial de "Antes Muerta Que Lichita"


Na última quinta-feira (18/06), Maite Perroni preparou uma surpresa para seus seguidores e postou um trailer de sua nova novela na Televisa. “Antes Muerta Que Lichita” abordará situações que algumas mulheres enfrentam em um ambiente corporativo. Sua estréia está prevista para o dia 24 de Agosto, às 8 e vinte da noite, substituindo “Amores com Trampa”.

Galeria do Artista - Diana Bracho


Diana Bracho Bordes nasceu em 12 de dezembro de 1944 na Cidade do México. É filha do diretor Julio Bracho e da atriz e bailarina Diana Bordes Mangel.
Sua estreia como atriz foi ainda criança, quando atuou em dois filmes de seu pai, intitulados: "San Felipe de Jesús" e "Inmaculada", em 1950. Anos depois, estudou Filosofia e Letras em Nova York. Em 1973, o filme "El Castillo de la pureza", de Arturo Ripstein, se tornou um grande sucesso internacional, dando a Diana Bracho seus primeiros prêmios. No mesmo ano, estreou na TV com as novelas "Los Miserables" e "Mi primer amor".
Em sua larga trajetória como atriz, soma-se dezenas de filmes e novelas. Seus papéis mais lembrados são o de Leonora Navarro na novela "Cuna de Lobos" (Televisa, 1986) e da grande vilã Evangelina Viscaíno em "Cadenas de Amargura" (Televisa, 1991). Especialmente, depois deste último papel, Diana passou a ser mais requisitada para interpretar vilãs. Seu último papel na TV foi em 2013, na novela "Quiero Amarte", como Lucrecia Ugarte de Montesinos.
Diana Bracho é uma das grandes atrizes mexicanas. Suas atuações sempre chamam a atenção, principalmente se forem mulheres más. Confira sua trajetória na TV.

2013 - Quiero amarte (Lucrecia Ugarte de Montesinos)
2011 - Rafaela (Morelia De La Vega)
2008 - Fuego en la sangre (Gabriela Acevedo Elizondo)
2006 - Heridas de amor (Bertha de Aragón)
2003 - Bajo la misma piel (Sara Ortiz Escalante)
2001 - El derecho de nacer (Clemencia Rivera Del Junco)
1999 - Cuento de Navidad (Queta)
1999 - Infierno en el paraíso (Dariana Valdivia)
1998 - El privilegio de amar (Ana Joaquina Velarde - 1ª fase)
1995 - Retrato de familia (Irene Mariscal)
1995 - Alondra (Alondra - voz)
1994 - El vuelo del águila (Sara Pérez de Madero)
1993 - Capricho (Eugenia Aranda de Montaño)
1991 - Cadenas de amargura (Evangelina Vizcaíno Lara)
1988 - Pasión y poder (Laura Gómez Luna)
1986 - Cuna de lobos (Leonora Navarro de Larios)
1985 - Esperándote (Isabel)
1982 - Leona Vicario (Leona Vicario)
1980 - Al Salir el Sol (Ana)
1979 - El amor llegó más tarde (Mrs. Dobuti)
1979 - Ángel Guerra (Lorenza)
1973 - Los miserables (Cosette)
1973 - Mi primer amor (Elena)

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Aberturas de Novelas - Primera Dama (Caracol - 2011)

Pôster em inglês da novela "Primera Dama"
Divulgação: Caracol Internacional

A rede de TV colombiana Caracol produziu em 2011 a novela "Primera Dama". A adaptação do original chileno de Sebastián Arrau criado em 2010, contava a história de Paloma (Carina Cruz), uma jovem de origem humilde, mas muito ambiciosa. Não mede esforços para subir na vida e tornar-se a primeira dama do país. O que ela não contava é que seu amor por Mariano (Javier Jattin), um atraente diretor de teatro, poderia atrapalhar seus planos. A abertura da trama traz em ação a protagonista em uma suntuosa mansão. Pelos espelhos, Paloma caminha e relembra os momentos mais marcantes de sua vida até chegar ao posto de primeira dama. A música Bella sin alma, interpretada pelo cantor Nicolás Tovar revela o caráter duvidoso de Paloma que, para conseguir o que deseja, passa por cima dos seus sentimentos.
"Primera Dama" tinha um elenco formado por Carina Cruz, Christian Meier, Javier Jattin e Kathy Sàenz. Foi uma novela de boa repercussão e aceitação no mercado internacional. Reviva este sucesso.

Créditos: Caracol Internacional

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Além do Tempo - Primeiras Chamadas


Enquanto "Sete Vidas" se prepara para a reta final, a Rede Globo começa a promover sua próxima novela das seis. "Além do Tempo" é escrita por Elizabeth Jhin e dirigida por Rogério Gomes. Alinne Moraes, Rafael Cardoso e Paolla Oliveira são os protagonistas de uma trama que abordará a reencarnação. Sua estréia está marcada para o dia 13 de Julho. Confira o trailer de divulgação.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Trilhas de Novelas - Assim Caminha a Humanidade (Malhação)


Você com certeza já assistiu algum capítulo de Malhação. Há 20 anos atrás, estreava a primeira temporada desta novela, quando a proposta era outra. Naquele tempo, a história se passava em uma academia de ginástica localizada na Barra da Tijuca. A trama central girava em torno de Héricles (Danton Melo), um rapaz do interior que vai para o Rio de Janeiro e consegue um emprego na academia. Lá ele conhece Isabella (Juliana Martins), uma jovem bailarina que frequentava as aulas da Malhação. Pouco a pouco os dois se aproximam e começam uma história de amor.
A novela adolescente se mostrou um grande acerto da Rede Globo e se transformou em um celeiro de novos talentos. Durante muitos anos, a música tema foi Assim caminha a humanidade, interpretada por Lulu Santos. A música é um dos maiores sucessos de sua carreira. Reviva este grande sucesso.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

"Fera Ferida" está de volta no Viva


A partir de hoje, o Canal Viva reapresenta a novela "Fera Ferida". Produzida entre 1993 e 1994 pela Rede Globo, foi escrita por Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares. A direção foi de Marcos Paulo, Denis Carvalho, Carlos Magalhães e Carlos Araújo.
A história se passa na cidade de Tubiacanga, onde o misterioso alquimista Raimundo Flamel (Edson Celulari) deseja se vingar do assassinato de seus pais. Um de seus principais inimigos é o prefeito Demóstenes (José Wilker). O que Flamel não sabia é que iria se apaixonar por Linda Inês (Giulia Gam), filha de Demóstenes. Na cidade ele é conhecido por afirmar que transforma ossos humanos em ouro. Depois de algumas experiências, ele perde o controle de sua habilidade, fazendo com que qualquer coisa tocada, vire ouro, inclusive sua amada.
No elenco, grandes nomes como Cláudio Marzo, Susana Vieira, Lima Duarte, Juca de Oliveira, Joana Fomm, Tarcísio Meira e Cássia Kiss. A novela vai ao ar a partir da meia-noite, com horário alternativo à 1 e meia da tarde.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Aberturas de Novelas - Celebridade (Globo - 2003)


Em 2003, a Rede Globo levou ao ar a novela "Celebridade". Escrita por Gilberto Braga e dirigida por Dennis Carvalho e Marcos Schechtman. Abordava temas atuais como o culto à fama, o jornalismo de celebridades e a busca da ascensão social.
O foco central da história estava em duas mulheres fortes. De um lado, Maria Clara Diniz (Malu Mader), ex modelo e produtora musical de sucesso. Do outro lado, Laura Prudente da Costa (Cláudia Abreu), uma mulher ambiciosa, que não mediu esforços para ganhar a confiança da empresária para lhe roubar seus bens, seu prestígio e sua fama. 
A música tema escolhida para a abertura reflete todo o glamour que o público imagina ser a vida de um famoso. Ao som de Love's Theme, são revelados em meio a várias letras, as palavras mais recorrentes que vem à nossa cabeça, quando pensamos em fama. Relembre este grande sucesso!

terça-feira, 9 de junho de 2015

Trilhas de Novelas - La Descarada (Rubí)


Sensual, provocativa, ambiciosa e incrivelmente bela. Assim era Rubí. Uma protagonista controversa. A novela de mesmo nome foi produzida em 2004 pela Televisa e consagrou a atriz uruguaia Bárbara Mori. A música tema, interpretada por Reyli Barba foi um grande sucesso na época. O videoclipe do cantor contou com a participação da atriz, que mais uma vez encarnou a descarada que está na memória de muitos telespectadores.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Confira a Sinopse de "Verdades Secretas"


Carolina (Drica Moraes) é uma mulher muito batalhadora e que sofre com os maus tratos de seu marido. Depois de descobrir que o marido tinha outra família ela resolve ir embora com a filha Arlete (Camila Queiroz) para a casa de sua mãe no Rio de Janeiro. Arlete revela que sonha em ser modelo e resolve correr atrás de seus objetivos. Ela é convidada para ir conhecer a agência de Fanny (Marieta Severo).
Fanny fica muito empolgada com a beleza de Arlete e acredita que pode ganhar muito dinheiro através da menina. Fanny passa a chamar Arlete de “Angel”. O que Arlete não sabe é que Fanny trabalha com prostituição de luxo e vai tentar colocá-la neste mundo.
Arlete recusa a oferta de Fanny, mas depois volta atrás por conta de diversos problemas financeiros com sua família. O primeiro encontro de Arlete é com Alexandre (Rodrigo Lombardi), que fica enfeitiçado pela beleza da moça. Os dois sempre ficam juntos mas com o passar do tempo resolvem se separar. Alexandre então começa a se envolver com Carolina, para ficar sempre por perto de Arlete. Carolina se casa com Alexandre e a partir daí começa um triângulo amoroso.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Aberturas de Novelas - As Pupilas do Senhor Reitor (SBT - 1994)


Depois do grande sucesso de "Éramos Seis", o SBT produziu a novela "As Pupilas do Senhor Reitor". Na ocasião, o Canal de Silvio Santos passou a investir na teledramaturgia nacional e interrompeu a importação de novelas do México. A segunda produção deste ciclo foi um grande sucesso. Baseada no romance de Julio Dinis, foi escrita por Lauro César Muniz e adaptada por Ismael Fernandes e Bosco Brasil. No elenco, grandes nomes como Débora Bloch, Luciana Braga, Eduardo Moscovis, Elias Gleizer, Ana Lúcia Torre, Elisângela e Juca de Oliveira. Sua abertura foi realizada em Plano Sequência (contínua, sem cortes), percorrendo a Aldeia de Póvoa de Varzim, que foi reconstruída para a gravação da novela. O tema musical, intitulado Canção do Mar, é interpretado pela cantora portuguesa Dulce Pontes. Um trabalho de primeira e que merece ser lembrado.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Rede Globo pode reprisar duas novelas à tarde


Satisfeita com os resultados obtidos com a reprise de “O Rei do Gado”, a Rede Globo estaria avaliando a possibilidade de exibir duas tramas à tarde. As mais cotadas seriam: “Caminho das Índias” (2009) e “Por Amor” (1997). Para que isso ocorresse, a Sessão da Tarde seria rifada da programação. Ainda não há nada confirmado.
“Caminho das Índias” foi uma novela de Glória Perez, ganhadora do Emmy Internacional, protagonizada por Juliana Paes, Rodrigo Lombardi e Márcio Garcia. Caso a notícia se confirme, esta seria a primeira reprise na Globo.
“Por Amor” é uma novela de Manoel Carlos, protagonizada por Regina Duarte, Gabriela Duarte e Antônio Fagundes. A trama já foi reprisada em 2002 na Globo e no Canal Viva em 2010.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Trilhas de Novelas - María (Salsa e Merengue)


Entre 1996 e 1997 a Rede Globo produziu a novela "Salsa e Merengue". Escrita por Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa, contava a história de Eugênio (Marcelo Antony) que foi trocado na maternidade com um bebê morto, por seu pai Guilherme (Walmor Chagas). 30 anos depois, ele desenvolve leucemia e descobre a verdade. Ao ver o sofrimento de Eugênio, Guilherme sai em busca de Anabel Muñoz (Arlete Sales), a verdadeira mãe do rapaz, para conseguir a medula compatível. Em uma viagem, Eugênio conhece Madalena (Patrícia França) e os dois se apaixonam imediatamente. Mas nem tudo seria fácil. A vilã Teodora (Débora Bloch) era obcecada por Eugênio e fez de tudo para atrapalhar o romance do casal.
A música tema escolhida para a novela foi María, interpretada por Ricky Martin. Na época, o hit do cantor em carreira solo estava emplacado em todas as rádios do Brasil e do mundo. A novela foi um grande sucesso. Relembre, dance e divirta-se.

TV Azteca não produzirá mais novelas


Uma notícia ruim pegou muita gente de surpresa. A TV Azteca, a segunda maior rede de TV do México, deixará de produzir novelas. De acordo com o site Radio Fórmula, Ana María Alvarado informou o fato ao programa local "Todo para la Mujer". A notícia está causando um grande descontentamento e confirma o que já se rumorava nos corredores da emissora. As novelas "Caminos de Guanajuato", "Así en el barrio como en el cielo" e "UEPA: un escenario para amar" não emplacaram. Segundo maiores informações, foi realizado um levantamento financeiro interno e chegaram à conclusão de que os melodramas realizados pelo canal não estão gerando lucros suficientes que compensem suas produções. Ao contrário, a TV Azteca estaria tendo prejuízo.

"Mirada de Mujer", "Catalina y Sebastián", "Emperatiz" e "Cielo Rojo"
são algumas das produções bem sucedidas da TV Azteca.

A TV Azteca foi fundada em 1993 como consequência da privatização da TV estatal Imevisión. Sua produção de novelas iniciou-se no mesmo ano com "El peñon del amaranto" e ano após ano, novas produções do gênero iam surgindo. Uma grande característica do canal foi produzir novelas diferentes do estilo Televisa. a maior emissora do México. Suas produções surgiram com a missão de modernizar a teledramatugia mexicana, trazendo temas polêmicos e do cotidiano. Algumas novelas chegaram a abalar a audiência do Canal de las Estrellas. "Nada Personal (1996)", "Mirada de Mujer (1997)", "Cuándo seas mía (2001)", "Como en el Cine (2001)", "La hija del jardinero (2002)" e "Amor en Custodia (2005)" são alguns exemplos. Muitos talentos foram revelados pelas novelas da Azteca como Barbara Mori, Silvia Navarro, Adriana Louvier e Ninel Conde. As três últimas novelas de relativa expressão foram "Emperatriz (2011)", "Cielo Rojo (2011)" e "Vivir a Destiempo (2013)", protagonizadas pelas duas contratações milionárias do canal: Edith González e Gabriela Spanic. Com um contrato de exclusividade vigente, resta saber como ficará a situação das atrizes diante de tal cenário.
Para preencher os horários, a TV Azteca deverá retransmitir novelas antigas, séries e novelas estrangeiras. As futuras produções já foram canceladas. A única produção ainda com destino incerto é "Tanto Amor" que já tem elenco formado. Esta poderia ser a última produção da emissora.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Cúmplices de Um Resgate - Segundo Promocional


Já está no ar o segundo promocional de "Cúmplices de um Resgate". Nele vemos as protagonistas interpretadas por Larissa Manoela imaginando como seria conhecer uma pessoa idêntica fisicamente. A novela promete agitar as férias da criançada. Confira!


"Despedida de Solteiro" é a nova reprise do Canal Viva


No próximo dia 29 de Junho, o Canal Viva reapresenta a novela "Despedida de Solteiro", sucesso de 1992 na Rede Globo. Escrita por Walter Negrão com a colaboração de Ângela Carneiro, Margareth Boury e Rose Calza e direção geral de Reynaldo Boury contava a história de quatro amigos que são condenados injustamente pelo assassinato de uma jovem. No elenco, Felipe Camargo, Paulo Gorgulho, João Vitti, Eduardo Galvão, Tássia Camargo, Marcos Paulo, Lucinha Lins, entre outros. A trama será a substituta de "Tropicaliente" que está em suas emoções finais.